domingo, 3 de outubro de 2010

Noélia e os Funcionários Públicos (Epílogo)


Cara Noélia, é com grande desgosto que te informo, que detesto ter razão!
E detesto, porque sempre que eu tenho razão, alguém acaba prejudicado!
Não é com nenhum prazer ou satisfação, que confirmo o que escrevi em Março,
TEMOS FUNCIONÀRIS PUBLICOS A MAIS!
NÃO TEMOS DINHEIRO PARA PAGAR TODAS ESSAS MORDOMIAS!

REALIDADE
  1. Temos Funcionários Públicos a Mais
  2. A economia não suporta estes encargos
  3. Os Funcionários Públicos Não Podem ser despedidos (Para reduzir o seu nº temos de esperar que se reformem)
  4. Os Funcionários Públicos não admitem ser avaliados com Critérios de MÉRITOCRACIA

Claro que com este panorama temos de encontrar uma solução á moda chinesa, e a solução foi…

"O Importante não é saber se o gato é preto ou branco,O Importante é que o Gato caçe ratos"Traduzindo…

Se o Importante é reduzir o défice (Pagar menos),
Se os Funcionários não aceitam ser avaliados,
Se não podem ser despedidos,
Se em algumas profissões como a dos professores tem a mordomia de chegar ao topo da carreira em tempo Útil (Ainda não entendi…)
Então temos de cortar nos ordenados!
E isto é justo?
Claro que não!
Como também não é justo, o resto do pais pagar dinheiro que não tem, para certos grupos continuarem com mordomias inacessíveis ao resto dos contribuintes!
E se…
Todos os Deputados, em tempo útil, chegassem ao topo da carreira (ordenado de 1º Ministro)!
Todos os Médicos, em tempo útil, chegassem ao topo da carreira, e por aí fora…
Por este andar, estou mesmo a ver os funcionários da WV (Maior exportador nacional)
- Nós exigimos chegar a gerente da fábrica, em tempo útil!
E se não formos gerentes, pelo menos temos de ganhar o mesmo que ele!
Claro que no dia seguinte a fábrica fechava na Tugolândia e abria noutro país qualquer!

A VERDADE

 
Mesmo que todos os objectivos sejam cumpridos, no ano de 2011 pediremos aos mercados 15 mil, milhões de Euros (já contando com todos os cortes anunciados)A verdade é que não chega e teremos de cortar mais, e mais…A verdade é que teremos de viver com aquilo que produzimos, isso significa poupar mais de MIL E DUZENTOS MILHÔES / Mês!A verdade é que os cortes chamados drásticos ainda agora começaram…
Para se ter uma pequena ideia do absurdo a que chegamos, o EUROMILHÔES desta semana foi de 100.000.000,00€Portugal para pagar os vícios que tem, pede a quem poupa ou a quem tem (Agiotas segundo Carvalho da Silva) 12 Euromilhões / Mês!
Existem soluções, não são fáceis, mas existem!Falaremos delas nos próximos Post's!
Fiquem bem, e sobrevivam sem se endividar!

Sem comentários:

Enviar um comentário

;)