sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Ilha do Pico_Going Green


Caríssimos, ao abordar a ilha do Pico, fiquei a conhecer mais um pouco sobre as nossas ilhas, e o conhecimento nunca fez mal a ninguém.
Os meus problemas iniciais eram idênticos Á ilha do corvo, e os deles também!
A produção eléctrica do Pico, é uma vergonha.
E em Paisagem assim devia dar prisão!

Praticamente 90% da energia é produzida com fuelóleo sendo a restante eólica.
Então se é fuelóleo isso liberta gases nocivos?
Á pois é Barnabé!


O Problema é que o Corvo, liberta 700g de CO2 e 0.2g de SO2 por cada MW produzido mas o Pico são perto de 600g de CO2 e 8g de SO2 (dióxido de enxofre) por cada Mw de produção de energia, não deve ser agradável…se juntarmos a este mix, mais 13g de óxidos de nitrogénio, bem a coisa deve ficar preta! Digo eu…
Já entendi o sr. Carlos Cesar, carlinhos para os amigos…
Não lhes corto 5% no Ordenado, mas do-lhes MERDA para respirar todos os dias!
Tá bem carlinhos, só mesmo tu!
Com necessidades energéticas 4 vezes superior á Ilha das Flores, e com apenas 10 % de Renováveis Incorporadas na Produção, temos aqui o nosso primeiro problema.
Ficam os Gráficos, do resto trataremos depois

Sem comentários:

Enviar um comentário

;)