terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Presidenciais 2011



Não posso mais ficar indiferente, ir para a praia, ou para o campo, desresponsabilizando-me de uma decisão que também deve ser tomada por mim.
Está decidido, irei votar sempre! Em todas as Eleições, mesmo olhando para os candidatos e pensando exactamente o mesmo que antigamente.
Pois é meus caros, eu em 22 anos, votei 3 vezes!
As restantes, faltei á chamada, e isso fica prometido, NUNCA MAIS!
Para os leitores menos atentos, e que possam estar confusos sobre o sentido do meu voto, ou que através das minhas opiniões me vejam, como sendo, mais de esquerda, direita ou centro, vamos acabar com as dúvidas!
O Meu voto nas presidenciais, vai ser igual ao meu voto nas autárquicas ou mesmo nas legislativas.
É verdade, depois de analisar o meu comportamento eleitoral durante os últimos 22 anos, cheguei á conclusão que deveria mudar de rumo.
Depois de tomada a decisão, só falta confirmar o meu sentido de voto.
Perante tão nobres candidatos ao mais alto posto da nação, a escolha foi difícil, pensei votar neste…depois naquele…pensei novamente, voltando a analisar todo o meu raciocínio, tentando descobrir alguma incoerência.
Foi duro, mas posso afirmar que já decidi.
Eu vou votar no FMI.
Desta vez direi presente, e está prometido, em letras garrafais aplicarei 3 letras sobre o nome de todos os candidatos
FMI! Dobrarei o boletim em 4, e já está!
A Partir de hoje o meu voto conta! SEMPRE!

2 comentários:

  1. Nas presidenciais não são contabilizados os votos brancos nem os nulos... O FMI está ai porque as pessoas falharam à chamada uma vida inteira....
    Para o seu voto contar sempre, e começar a contar já agora, pode votar Cavaco, ou votar num dos outros...Branco, nulo, FMI ou abstenção são votos não contabilizados, logo na reeleição do Cavaco...

    ResponderEliminar
  2. Realmente não tinha conhecimento que os votos nulos ou em branco não contavam para as Presidenciais. Mantenho o meu voto no FMI, a preparar as legislativas… Segue noticia do DN publicada no mesmo dia em que escrevi o post… :) "Esta mensagem induz os cidadãos em erro, na medida em que afirma que, se for obtida uma percentagem maioritária de votos em branco, a eleição do Presidente da República do próximo dia 23 de Janeiro de 2011 será anulada", esclareceu a CNE, em comunicado. A CNE sublinha que "os votos em branco e os votos nulos não têm influência no apuramento dos resultados" e que "será sempre eleito, à primeira ou segunda volta, o candidato que tiver mais de metade dos votos expressos, qualquer que seja o número de votos brancos ou nulos". De acordo com a entidade, "um número significativo de cidadãos" tem solicitado esclarecimentos sobre a veracidade de uma mensagem de apelo ao voto em branco, que tem circulado "de forma generalizada na Internet".

    ResponderEliminar

;)