quinta-feira, 13 de outubro de 2011

2012 - Um ano de Katumba!

Está decidido, se depender do nosso 1º, teremos 1 ano deKatumba!

As principais medidas estão correctas, nada que não tenha já sido dito em PB!
A TSU eraimpossível de implementar, a única via como tinha explicado anteriormente seriatrabalhar mais.

As minhas contas tinham sido +1 Hora por dia e + 7 feriados de trabalho.

Ficamos por mais 30 minutos por dia e mais x feriados de trabalho.

Cortar na saúde e educação, tem que ser!
Não temos dinheiro para gastar 10 mil milhões em saúde e 9 mil milhões em educação todos os anos!

Embora na saúde os serviços/resultados estejam acima da média europeia, na educação muito está por explicar.
Na educação a fraca qualidade apresentada comparada com a média europeia envergonha qualquer um, se juntarmos a isso o custo por aluno toca o surrealismo, mas falta de pessoal não é certamente, por incrível que possa parecer, em cada 10 funcionários públicos 4 trabalham na educação! (Pordata)
Corte de subsídio de férias e natal de todos os funcionários públicos e reformados de acordo com o rendimento, nem poderia ser de outro modo.
Temos de reduzir custos, para pagar tudo isto andamos a pedir emprestado, já fomos informados que não há mais dinheiro, o resultado é todos temos menos dinheiro.
O problema é que temos juros de 5%/ano, temos em 2012 o PIB a mergulhar 7% ou mais, e claro, serão necessárias medidas adicionais…
Mas, não havendo crescimento, não chegamos ao fundo do túnel, onde supostamente apareceria uma luz!
O que vemos, pelo caminho a percorrer é um túnel, ao fundo de um túnel, ao fundo de um túnel, ao fundo de um túnel…
É isto que o coelhinho tem a dizer, depois de bater no peito que era só cortar gorduras e mordomias?
Ainda só temos as linhas gerais do orçamento e o pagode está lançado, faltam os detalhes (onde normalmente se esconde o Diabo) e claro, falta a execução, sem macua…
Venham de lá esses detalhes para saber quantos anos tenho de suportar em regime Katumba!
Vou andar 10 anos a penar? Sem crescimento? Matando a economia para passado esse tempo dever mais 50% do que anteriormente?
Pois, juros de 5% ao ano, passados 10 anos são 50%...
Claro que não vamos!
Nem vamos nós, nem vão os Gregos!
Que, por força das circunstancias da vida até já estão em fase mais adiantada…
Eu, habitante da Tugolândia me confesso, ao afirmar, força Grécia! Força! Quanto mais rápido saírem do euro, mais fácil se torna a nossa vida, pois o vosso é também o nosso caminho!
Conto com a vossa luta, pois de momento, aqui na Tugolândia, o que temos garantido em 2012 é um ano de Katumba!

1 comentário:

;)