terça-feira, 25 de outubro de 2011

O euro Loiro de Olhos azuis e a "enciclopédia do saber relativo e absoluto"


As conversas são como as cerejas, do que eu me fui lembrar!

Em conversa com um dos elementos da Troika energética, lembrei-me de um livro que lí vai para 20 anos!

Eu nunca fui um gajo normal, admito isso, e dou de borla!

 Sempre tive a mania de pensar de maneira diferente! Não quero com isto dizer que penso melhor, ou que sou mais esperto, nada disso, julgo ser defeito de nascença!

Se existem culpados eles estão identificados! É a minha mãe, o meu pai e aquela coisa que apelidamos de ADN…

Quando andava na escola preparatória Pedro de Santarém, tipo em 1981, existe um dia que nunca mais me vou esquecer!

Não sei o que se passava comigo, sei que não andava contente, a escola não corria bem e este vosso amigo não andava propriamente feliz (não me lembro das outras razões, mas elas existiam…).

Resolvi tomar medidas drásticas!

Ia a caminho da escola e pensei…é pá esta merda não esta fácil!

Que posso eu fazer para inverter a situação?

A resposta a esta pergunta, surgiu como um raio!

Já sei!

Se eu permanecer imóvel durante uns 5 minutos, vou alterar todos os acontecimentos futuros, pois o normal seria eu entrar pelo portão da escola nos próximos 2 minutos!

É isso mesmo, vou mudar de vida, que estou farto disto!

E assim foi, durante 5 minutos fiquei parado a olhar para lado nenhum, vendo a vida passar e com um sorriso nos lábios ia pensando, a minha vida vai mudar completamente!

Pois era suposto eu ter continuado a andar, ao andar ia encontrar os meus amigos e continuaria tudo igual, mas como fiquei aqui parado e só vou avançar depois de tocar para inicio das aulas, estou a alterar todo o meu futuro!

Isto realmente não deve ser normal num puto de 10 ou 11 anos!

Desde que me lembro, com maior ou menor estupidez, sempre fui assim, diferente!

Sempre embirrei com o normal, o era suposto, o vulgar, o correcto, e sempre, mas sempre tive tendência para divagar, pensando de outra maneira qualquer, não era importante seguir esta ou aquela maneira de ser/pensar, o importante era manter a diferença, se em 10 pessoas a opinião consensual e lógica era a de virar à esquerda este vosso amigo arranjava maneira de fazer ver a todo o grupo que o caminho da direita poderia ser mais benéfico, e claro seria sempre mais divertido, pois era desconhecido, que piada poderia ter um percurso conhecido?

Era assim com 11 anos…agora tenho 41 e surpresa das surpresas, com a diferença de estar mais velho a tendência de raciocínio mantêm-se…

Depois, perto dos 20 fui aconselhado, pelo meu amigo Duarte Nuno a ler o livro As Formigas de Bernard Werber!

Fiquei fascinado, afinal existiam outros assim! Eu não estava só nesta maneira estranha de pensar!

Afinal existiam biliões e biliões de criaturas, neste planeta que tinham a mesma postura perante a vida!

Essas criaturas são as formigas, foi também através desse livro que conheci a "enciclopédia do saber relativo e absoluto".

Foi assim que me deparei igualmente com o primeiro grande enigma “como fazer 4 triangulos com 6 paus de fósforo iguais?”

Andava na altura a trabalhar 12 a 14 horas por dia e o livro foi literalmente devorado em 3 dias!

No último dia, na ancia de acabar o livro dormi 1 hora!

Surreal!

Ainda hoje sinto um respeito e admiração pelas formigas que não tenho por mais nenhum outro.
São sem qualquer dúvida os senhores da terra, os mais inconformados, os mais numerosos, os mais organizados, enfim, se existe espécie neste planeta que suporta qualquer ataque e que no fim sairá vencedora para contar a história essa espécie é sem dúvida as formigas!
Se retirarmos Ambas as regiões polares, locais onde também existem…não é possível encontrar um Km² onde elas não estejam presentes!
É impressionante!
Olhando para o passado do Euro e para o seu presente …o que será mais provável num futuro próximo?

O euro manter o status quo? Ou ser composto por pessoas loiras e de olhos azuis?

4 comentários:

  1. se este blogg fosse a meo ou a zon eu pagava por mes! Ass. Nm

    ResponderEliminar
  2. Boas Nuno,
    Essa foi forte!
    Muito obrigado, este espaço vai continuar a ser gratuito embora o dinheiro me desse bastante jeito!
    HEHEHE
    Espero que estejas bem na vida, pois o ano de 2012 vai ser escaldante e claro se eu perder a aposta será 1 ano de Katumba a que muitos não vão resistir...
    Caso o meu Génio perca e eu tenha razão a coisa ainda é pior, pois quem não se precaveu fica a arder com 70% a 80% das suas economias/património...
    Seja como for, este espaço serve para descarregar!
    É isso que faço e claro, se é valido para mim, é valido para todos!
    Não revelando a solução para fazer 4 triângulos com 6 paus de fósforo (isso só é possível de 2 maneiras...ou compras o livro ou pensas de maneira diferente) não resisto a dedicar-te uma pequena reflexão da Enciclopédia do saber relativo e Absoluto)
    Segue em forma de Post!
    Um Abraço
    Jony

    ResponderEliminar
  3. Muito bom esse livro…
    Confesso que comecei a ter um tremendo respeito pelas formigas: pela sua organização e pela maneira como, em bloco, defendiam o seu território.
    É verdade que és assim, pois já te conheço… ora deixa cá ver, há 32 anos. Eras um miúdo quando pela primeira vez te pus a vista em cima.
    Eu acho que também sou um pouco assim. Não gosto de estereótipos, de ser mais uma ovelha atrás do rebanho. Poderemos ser sempre o que quisermos, com maior ou menor dificuldade, com maior ou menor intensidade, mas nunca á tarde para nada. Essa é que eu não suporto. E nem imaginas as vezes que me passa pela cabeça de mandar tudo ao ar … e aí vou eu !
    Eh eh … coisa de loucos.
    Dar-te os parabéns pelo excelente post e uma grande beijoka !

    ResponderEliminar
  4. Boas Márcio,
    De são e de louco, todos temos 1 pouco...
    Mas, depois de ler o livro é impossível olhar para as formigas com aquele ar de superioridade que caracteriza o ser humano…

    ResponderEliminar

;)