quarta-feira, 30 de novembro de 2011

A Zona Franca da madeira e o IRC em Portugal (MouseLand)

Como é normal cada vez que um politico nacional tem de tomar alguma decisão, pensa…pensa…pensa…e decide mal.

Deve ser o nosso “Fado” agora que já faz parte do património da humanidade.
Se fosse possível exportar incompetência teríamos todos os nossos problemas resolvidos.

Vamos por partes.
A madeira conforme foi informado no post anterior chega a ter 1000 empresas em 100m², a maioria pagam 0 (ZERO) de impostos, desde que tenham aderido em 2001.

No total o PIB da madeira praticamente que duplica mas receitas que é bom ficam por menos de 1%!
As comadres estão zangadas e pelo andar da carruagem as benesses da zona franca vão acabar no final de 2011.

Não seria mais lucrativo manter a zona Franca da madeira e aplicar o IRC da Irlanda?
Sempre eram 12.50%!

Todos os anos o IRC do Continente baixava 1% até atingir o mesmo valor e nessa altura teríamos todo o território nacional com a mesma taxa.

Meus amigos de outra maneira é impossível atraírem investimento para Portugal!

Depois ainda afirmam que os privados fogem a impostos…
Vamos analisar a empresa (X) que tem 50 funcionários.

3 São gerentes que ganham 5.000€/mês, dos quais descontam 40% de IRS, aproveitam e pagam igualmente 11% para a S. Social recebendo de ordenado líquido menos de metade do ordenado bruto.
Depois teremos a empresa que sobre esses 5.000€/mês também tem de pagar S. Social a 23.75%...

Os restantes trabalhadores vamos imaginar que são todos quadros superiores especializados!
Com ordenado de 3.000€/mês, ora neste caso o trabalhador desconta “SÓ” 23.50% de IRS mais 11% para a S. Social.

A empresa por seu lado aproveita e paga 23.75% para a S. Social.
Depois temos o caso de um desses trabalhadores ter 5 ou mais filhos…bem nesse caso “SÓ” desconta 22.50%, menos 1%.

Mas como a empresa (X) tem bons produtos chega ao final do ano com um lucro de 400 mil Euros.
Depois de pagar todos estes impostos é justo esta empresa entregar mais 100 mil Euros ao estado?

Ninguém no seu juízo perfeito o faz!
Se o estado fosse um bom gastador…

Se o estado promovesse o bem-estar social e o investimento reprodutivo…

Isto no mínimo não é viável, e depois os privados são acusados de fugir aos impostos?

Então a empresa (X) de ordenados Brutos pagou aos seus 50 empregados 2.184.000€/ano.
Por ter todos os empregados com bons ordenados pagou igualmente 518.000€/ano para a S. Social, gastando no total 2.702.700€.

Mas os seus empregados só receberam 1.395.870€ quase metade…
Depois tem todas as outras despesas decorrentes da sua actividade pagando IVA a 23% sobre todas as compras que faz…

Os seus clientes pagam igualmente 23% de IVA sobre as suas vendas ou sendo exportado pagam a taxa do seu país (julgo que é assim).
Chega ao final do ano e tem 400 mil Euros de lucro e vai dar 100 mil euros ao estado???

Todos já viram que o orçamento de 2012 vai dar RAIA e andam os deputados a discutir tostões no parlamento?
Hipócritas!

Até ao verão chega o novo submarino comprado aos alemães com muita corrupção pelo meio!
Estão considerados os respectivos 500 Milhões?

Onde está a lista total das PPP’s prometida? E sua avaliação independente?
Só em PPP’s vão ser 1.500 Milhões por ano! (nas condições actuais)

E o preço obsceno pago e produtores eléctricos? Contratos cozinhados entre corredores obscuros e gabinetes à meia-luz?
Só em energia queimamos desnecessariamente outros 1.000 milhões por ano!

A madeira tem perto de 30% da população a viver na miséria!
E existem 1000 empresas em 100m²? que pagam ZERO de impostos?

Miseráveis!
Votar nosgatos pretos ou nos gatos brancos?

Eu voto nulo!
Palhaços!

Sem comentários:

Enviar um comentário

;)