sábado, 7 de janeiro de 2012

O estado dos Bancos ou os Bancos do Estado?

Hoje fiquei perplexo!

A famosa pula que tenho atrás da orelha saltava que nem uma maluca!

Eu ia ouvindo a notícia e a “magana” não parava quieta!
A notícia era o governador do Banco de Portugal a informar o parlamento da Tugolândia do seguinte:

-O famoso fundo de pensões dos bancos que foi transferido para o estado no valor de 6 mil  milhões de Euros foi composto praticamente só por dinheiro vivo?!?
Dos 6 mil milhões apenas 7 milhões de Euros eram de dívida publica Portuguesa…

Quer isto dizer que em dinheiro entrou 5.993 milhões de Euros!
Não entendi, olhava para a pulga e a “GAJA” saltava e rodopiava feita doida!

Depois lá fui pensando devagaaaariiiinhooooo…
Se os bancos estão entalados até ao pescoço com dívida Pública Portuguesa e dívida de Empresas Publicas qual a razão para não devolverem essas dividas ao estado como pagamento do fundo de pensões?

Seria fácil encontrar dívida do Metro de Lisboa ou do Porto, da CP da REFER entre outros falando apenas de transportes e ficariam livres de problemas passando para o estado o LIXO!

Mas não, preferiram guardar todo o lixo e darem dinheiro vivo…

HUmmmmmmmmmmmmmmmmm…estranho!
Depois veio a explicação…Carlos Costa explicou que os bancos optaram por entregar numerário pelo facto de as autoridades europeias terem imposto que os títulos de dívida pública a entregar ao Estado fossem avaliados ao preço do mercado, o que implicaria que os bancos assumissem esse desconto.”

Ou seja quando anteriormente falei de Mark 2 Market era a este absurdo que me referia, mas os bancos, não descontam nada deixam andar, guardam os esqueletos e esperam…
Normal, os bancos não podem falir pois a economia depende deles!

Deixa arder!
Quanto tempo vou ser encavado até ser exposta toda a verdade?

Assumindo que perco a aposta e em 2012 mantemos o Euro ficam as perguntas…
-Qual o desconto actual sobre a dívida Publica Portuguesa?

-Qual o desconto actual sobre a dívida das empresas de Transporte?

-Qual o desconto actual sobre todas as PPP’s contratadas?

Por portas que não quero identificar fiquei a saber que a CGD já não tem cofres em Lisboa…
O cofre mais perto disponível é em Leiria!

Quanto tempo ainda vou sofrer até que esta palhaçada acabe?
Os debates na assembleia não esclarecem nada, só serve para me frustrar ainda mais!

Resumindo, a palhaçada vai continuar, a minha dúvida é até quando!

4 comentários:

  1. Boas!
    A minha interrogação aqui é quanto ao cofre!
    Será que acreditas que guardar valores num cofre de um banco é seguro???
    Vê o que aconteceu recentemente nos Estados Unidos, essa pátria da justiça e liberdade.
    O Gerarld Celente, figura bem conhecida nos Estados Unidos, foi comprando ouro através dos tempos, comprava mas não tomava posse, deixava ficar esse ouro ao cuidado do banco, ...ultimamente, esse banco com quem ele trabalhava foi vendido a outro banco, banco esse que agora está quase falido, e o resultado é que mesmo com o ouro a valer um balúrdio, o nosso amigo arrisca-se a receber zero, esfumaram-se tanto o ouro como o dinheiro.
    Vê o video em infowars.com que logo percebes.
    Eu pessoalmente, se tivesse valores, nunca os guardaria no cofre de um banco, ...em caso de falência do banco, ou bancarrota do país, esfuma-se tudo, e não haverá justiça que nos valha.

    ResponderEliminar
  2. Boas Ramiro,

    Julgo que estás a fazer algumas confusões.
    1º - Eu nunca falei de 1 banco qualquer falei sempre na CGD e essa não pode falir pois sendo do estado seja em Euros ou em Escudos o dinheiro acaba por aparecer.
    2º se te informares sobre esses cofres pessoais o próprio banco não sabe o que está dentro do teu cofre, é por isso que te pedem para assinares uma declaração afirmando que não guardas nesse cofre armas ou drogas, só tu sabes o que está dentro do cofre e só tu tens acesso.
    3º o Cofre embora esteja dentro da caixa forte é pessoal e intransmissível…

    ResponderEliminar
  3. Bouas,

    A ver vamos.... Mas realmente penso que isto só vai mudar, quando as pessoas começarem a roubar e a cometer loucuras quando houver Fome... até lá ainda vamos ter um longo período a percorrer...
    O desemprego real em Portugal deve estar para aí uns 20%, quando o Estado cortar os subsidios a sério, isso sim é que vai ser um problema....
    Tenho a certeza que cada um de nós conhece várias pessoas no Desemprego e cada dia que passa o lastro vai alargando...
    Portugal ainda está anestesiado com as festas de Natal e Ano novo, daqui a uns dias volta a depressão.... Até Quando?
    A Bolha está a aumentar cada vez mais....

    Jonnhy, parabens pela singularidade uma vez mais...e por nos mostrares a tua Visão...

    Cada um de nós acredita no que quiser...


    Ass. NM

    ResponderEliminar
  4. Boas Nuno,
    Já que eu nada tenho a proteger alerto quem pode ter razões para se preocupar.
    Mas no final é como dizes "cada um de nós acredita no que quiser..."

    ResponderEliminar

;)