quinta-feira, 20 de setembro de 2012

400 Funcionários da Assembleia da República?




Tomei conhecimento desta “classe operária” em Abril de 2010.
Porquê?


É verdade, estes senhores não estavam contentes com a sua situação laboral.
Provavelmente o patrão destes senhores paga-lhes mal, o trabalho é muito pesado e o horário é chato.

De acordo com o Artº 181 da constituição “Os trabalhos da Assembleia e os das comissões serão coadjuvados por um corpo permanente de funcionários técnicos e administrativos e por especialistas requisitados ou temporariamente contratados, no número que o Presidente (assembleia) considerar necessário”.
Ter 230 deputados e 400 funcionários da assembleia é no mínimo gritante.

Claro que a redução de gorduras intermédias também passa por aqui e de os Deputados passaram de 230 para 107, para os funcionários da assembleia vamos utilizar o mesmo critério das assembleias regionais da Madeira e Açores.
O valor total a pagar aos funcionários da assembleia será 10% do total pago aos deputados.

107 Deputados x 10.000€ =1.070.000€ ( um milhão e setenta mil euros)

1.070.000€ x 10% = 107.000 (Cento e sete mil Euros)
Os ordenados considerados na TAG “Ditadura dos Partidos” são sempre brutos e já incluem todos os subsídios.

Temos 107 mil €uros por mês para distribuir, agora os Srs. Deputados terão de optar pelo numero de funcionários que achar mais adequado, se considerarem 107(1 funcionário por cada deputado) esse funcionário ganhará 1.070€/mês, levando para casa no máximo 700€.
Se os srs. Deputados se contentarem com 50 Funcionários o ordenado bruto seria de 2.140€, claro que podem manter os 400 funcionários, mas a verba para lhes pagar não aumenta.

400 funcionários???
400????

Só na Tugolândia!
Portugal Bipolar propõe 30 funcionários com o ordenado medio de 3.566€/mês.

É só mais uma pequena ajuda aos nossos amigos Drs. Coelho e Relvas de como cortar nas gorduras, os nossos amigos andam com a vida muito difícil…

Sem comentários:

Enviar um comentário

;)