domingo, 23 de setembro de 2012

Veículos do estado – como cortar na despesa…


O parque automóvel do estado era composto em final de 2011 por 27.692 veículos.
Como é isto possível?

Faltando ainda contabilizar órgãos de soberania (presidência e assembleia da república), instituições independentes como o Banco de Portugal e órgãos regionais (Câmaras Municipais, Juntas de Freguesia, empresas municipais).
O SIS dispõe de 144 Veículos???

E o Gabinete do 1º Ministro? Mais 31 veículos?
Isto anda tudo doido! Só pode!

Isto de Distribuir Aidis, BMW’s e Mercedes pelos amigos tem de acabar!
Quem deve então ter direito a Veículos do estado?

- Presidente
-1º Ministro

-Ministros
-Presidente da assembleia Nacional

-Presidente do Supremo
-Presidente do Tribunal Constitucional

-Presidentes das regiões “Autónomas”
-Presidentes das Assembleias das Regiões Autónomas.

No total não são mais de 30 veículos!
Eu confesso que quando analisei os conselhos de Portugal tive duvidas se considerava, ou não veículos para os Presidentes de Câmara.

Principalmente os Presidentes de Câmaras com mais de 200.000 habitantes.
Acabei por não considerar, decidi em consciência…

Um presidente de C.M. C1+ deve ter direito ao seu ordenado e mais nada, se quer carro que traga o carro pessoal.
Até julgo que os presidentes de C.M. deveriam andar de transportes públicos pois estariam mais perto da realidade das populações que dizem servir.

Sem comentários:

Enviar um comentário

;)