segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Nazaré – Um canhão de ouro!

Como já aqui foi referido “ O canhão da Nazaré, como o nome indica fica situado na costa da Nazaré, Portugal.
 
É o maior desfiladeiro submarino da Europa, tem uma extensão de cerca de 200 km e chega  a atingir os 5 000 m de profundidade.

O Canhão de Nazaré também funciona como um polarizador de ondulações. As ondas conseguem viajar a uma velocidade muito maior pela falha geológica, chegando na costa praticamente sem dissipação de energia. A Praia do Norte, na cidade de Nazaré, apresenta consistentemente ondas significativamente maiores do que o restante da costa portuguesa por conta do Canhão de Nazaré.”

As boas noticias para Portugal começaram em 2005, com o envio de uma foto para um site de surf (www.surftotal.com).
A foto é sugestiva, uma carrinha numa encosta, num dia de sol, a fotografia tem uma perspectiva engraçada, realça o tamanho insignificante da carrinha, comparada com as ondas em pano de fundo.
Foi esta imagem que atraiu Macnamara, o homem ficou pasmado com o tamanho das ondas e decidiu vir cá confirmar.
O efeito canhão confere à praia do norte características únicas, são daquelas coisas que por muito que se procure pelo planeta, só aqui existe.
É o maior vale submarino da Europa, com profundidades que chegam a atingir os 5.000 metros, e o resultado é uma praia que “oferece” ondas de 30 metros!
Publicidade gratuita no “THE TIMES”.


Que mais pode a Nazaré pedir para eleger o SURF como a bandeira estandarte, de uma região que tudo pode ganhar com o movimento que se vai gerar nos próximos anos.
No turismo, CLARO, mas em tudo o que são atividades relacionadas com o mar e com a prática de desportos marítimos.
Para quando uma volta a Portugal à vela?
Será sempre necessário vir alguém de fora, explicar que basta não estragar e promover o que existe!
A volta a Portugal à vela, já aqui falada é mais uma das muitas galinhas de ouro que nos recusamos a aproveitar.
Até quando?









 

Sem comentários:

Enviar um comentário

;)