sexta-feira, 5 de julho de 2013

Detesto ter razão - The final Cut!


Pois é meus amigos pois é...

Conforme foi dito e repetido neste espaço o verão traria novidades!

E elas cá estão.

Isto para mal dos nossos pecados é apenas a pontinha, mesmo a pontinha do iceberg.

Desde o 1º dia do nosso O.E. 2013, era claro, que aqueles números só existiam no país das maravilhas.

Que a previsão de receitas era no mínimo irrealista, face a uma economia a contrair a olhos vistos.

Então as empresas fecham às centenas diariamente e o pessoal julga que vai aumentar a receita?

Até aqui o servente, com duas contas de sumir e uma máquina de calcular viu que havia marosca!

Ora claro que existe derrapagem! e claro que são necessárias medidas adicionais para corrigir uma despesa que é ENORME quando comparada com a receita dos nossos impostos.

Resta portanto flexibilizar...certo? 5% ou -6%, vá lá -7%...já dá??!?!?!!

Bem se já devemos mais de 120% do PIB e juntamos em 2013 +5% ou +6%, vá lá +7% estamos perto dos 130%!

E vamos pagar?

Com que dinheiro? Só se for com escudos!

Espera já sei...pagamos, mas a juro 0 (ZERO) vá lá 0.25% igual ao BCE, mas só quando a economia crescer...

Assim pagamos!

Abaixo este governo?

Claro que sim, nunca devia ter entrado.

Então e a solução? É PS outra vez? Com ou sem CDS? é isto? Mudamos novamente de feiticeiro?

Um país com mais de 62.000 representantes do povo (ELEITOS) e ainda existe duvidas de onde devemos cortar, no estado, no desperdício??

O povo necessita de 62.000 representantes eleitos?

Então com 5.000 ou 6.000 pessoas não se governa Portugal e se representa o seu povo?

 Temos de mudar a maneira de nos governar, temos!

Sem comentários:

Enviar um comentário

;)