sábado, 10 de janeiro de 2015

Humor - “Quem sai aos seus não é de Genebra”



Este Post é dedicado ao meu irmão Márcio, que anda um pouco em baixo e afirma que eu não sei contar anedotas.

Em pleno festejo da quadra natalícia o meu filho mais velho deleita-se a massacrar os pais.

Aproveitando uma estadia do primo Guilherme cá em casa a família sai para jantar.

Tiago – Pai, vamos no teu carro ou no da mãe?

Jony – No da mãe, que o meu está com problemas no banco da frente…

Tiago  - OOOHH PÁ, o teu era mais giro.

Guilherme – Tens 2 carros? Eu só tenho 1…

Jony – Não te preocupes rapaz o teu carro e novinho e os meus tem 20 anos e como diz o teu primo o meu tem o banco estragado e este só abre a porta do lado do pendura.

Guilherme – e apita quando não temos o cinto posto?

Jony – Não, não apita, este para apitar temos de carregar na buzina, hehehe.

Guilherme – Fixe, eu não gosto dos carros que avisam quando não temos o cinto.

Jony – Nesse caso não tens de te preocupar…

No dia Seguinte

Pai - Bom dia meninos, vamos preparar para sair!

Tiago – Vamos no teu carro ou no da mãe?

Jony – Vamos no meu, como é maior dá mais jeito para os dias que vamos passar a Côte d’ Azur (Costa de Caparica).

Tiago – Boa! Quantas vezes achas que o banco vai cair?

Jony – Não sei filho, espero que nenhuma…

Tiago – Vá lá pai, diz lá um numero.

Jony – Já disse é o ZERO!

Tiago  - Vá lá escolhe outro.

Jony – Não, pediste para escolher um numero e eu escolho o ZERO!

O Caminho para a Brandoa City foi uma festa pegada, com o banco a cair recorrentemente e as crianças a rir desbragadamente.

A meio da Viagem, depois de muita insistência e do banco do pendura cair por duas vezes lá escolhi o nº 4.

A Viagem terminou no destino com o Jony a acelerar em 1ª junto ao estacionamento e o banco a cair pela 4ª vez…

Depois de deixar o Guilherme e saudar a família, partimos para Côte d’ Azur.
Voltamos portanto às apostas…

Tiago – Pai, quantas vezes vai o banco cair desta vez?

Jony – 8, vai cair 8 vezes…

Tiago – Eu digo 4 e tu mãe?

Sofia – Podem ser 6.

Tiago  - Pai, porque escolhestes 8?

Jony – Filho, tens que usar a MATEMÁTICA, se para percorrer 7 ou 8  kms o Banco cai 4 vezes, para percorrer perto de 20 deve cair o dobro, a MATEMÁTICA é fundamental.
Enquanto andamos de Férias de Fim de Ano o banco foi caindo e a risota no banco de trás continuou.

Uma das vezes o banco caiu 2 ou 3 vezes seguidas e a Sofia desconfiou…

Sofia – Tiago, és tu que estás a fazer isto?

Tiago – Claro que não, mãe!

Sofia – De certeza?

Tiago – Olha mãe só para não desconfiares de mim ponho as mãos no banco da frente e vou ficar assim um bocado (o banco voltou a cair)

Estás a ver mãe é IMPOSSÍVEL SER EU!  

Sofia – OK…OK… Desculpa.

No dia seguinte ia com a minha mãe em visita familiar e resolvi investigar…

As suspeitas confirmaram-se e a minha mãe deu comigo um passeio de 40 ou 50 km e o Banco nunca caiu.

Em dia de São SPORTING levei o Tiago à bola, na entrada para o carro…

Tiago – Pai posso ir atrás?

Jony – Não, vais à frente! 

Tiago – OOOOH Paiiiii, vá lá…

Jony – Filho, já estive a ver a patilha lá atrás, basta carregar com o pé e o banco cai…

Tiago – Como é que descobriste?

Jony – Fui ver como é que “a coisa” funciona, já que tinha de gastar dinheiro a arranjar o banco, fui ver o porquê de tanta queda…

Então quando é que tu ias parar com a brincadeira?

Tiago – Estás a brincar pai, se não fosse apanhado isto durava para sempre! A tua MATEMÁTICA era EU! hehehehe

Jony – Ai quando a tua mãe souber… ela caiu do banco 30 ou 40 VEZES!!!

É assim que 1 fedelho de 10 anos se diverte com os pais quarentões.

Quem sai aos seus não é de Genebra.
               
PS – Márcio se não achares piada a isto, reforma-te!

Um Abraço,

Mano Velho

Sem comentários:

Enviar um comentário

;)