terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Portugal o Senhor dos Anéis – Reestruturação da Dívida / Dinheiro para Investir no Desenvolvimento de Portugal para que se possa efectivamente pagar a Dívida. (Cap. 51).







Será uma das grandes batalhas eleitorais de 2015, a renegociação da Dívida entre promessas ocas da esquerda e alarmes catastrofistas da direita, isto vai ser um pagode.

Seguindo a velha máxima “Quando não decides e empurras com a barriga, alguém decidirá por ti, sem ter em conta os teus interesses” esta é a proposta de Portugal Bipolar para o pagamento INTEGRAL da Divida Pública Portuguesa.

Mas está englobado na Tag “Portugal – O Senhor dos Anéis”?

- Pois, o dinheiro necessário para o desenvolvimento de Portugal tem de vir de algum lado, e TODOS contribuirão com a sua cota parte, sendo esta a derradeira oportunidade de Portugal permanecer no €uro, caso contrário, sairemos da moeda única, pomos as rotativas a funcionar e pagamos TODA a DÍVIDA no mesmo dia, em escudos fresquinhos, acabadinhos de imprimir.

Ou é assim, ou de um dia para o outro, Portugal Paga a todos os seus credores 220/230 mil milhões de €uros x 200.482 = 44.106.040.000.000$00 ou 46.110.860.000.000,00 de escudos consoante a divida seja 220MM€ ou 230MM€ (Valores finais em Fevereiro).

Reza assim:

1º - A Dívida será paga na sua TOTALIDADE durante os próximos 55 Anos.

2º - Aplicando em 2016, até 2021 Portugal terá um período de carência de 5 Anos para se reestruturar (Estado) e Apostar no desenvolvimento SUSTENTÁVEL (Portugal O Senhor dos Anéis) que lhe permita pagar efectivamente a Dívida. 

3º - A Dívida será paga a partir de 2021 à razão de 4.5 mil milhões de €uros / ano até 2071.

4º - Entre 2016 e 2021 Portugal pagará juros sobre a Totalidade da Dívida existente.

5º - Os Juros a Pagar entre 2016 e 2021 serão os Juros praticados pelo BCE.

6º - Se os Juros praticados pelo BCE ultrapassarem 1% Portugal apenas Pagará 1%, pois juros de 1% equivale a 2.2 ou 2.3 mil milhões de €uros Anuais, sendo este o limite máximo de serviço da divida que Portugal pode comportar.

7º - Entre 2021 e 2071 sempre que o crescimento da economia Portuguesa for inferior a 3% Portugal, só pagará juros sobre a divida existente (1% máximo) nesse ano, passando o pagamento final para o ano de 2072.

8º - A verba prevista por PortugalBipolar para o quinquénio 2016/2021 é de 25 a 35 mil milhões de €uros (dinheiro poupado nos juros a pagar que será investido na modernização e desenvolvimento de Portugal).

NOTA: A diferença entre 20 e 35 mil milhões de €uros é referente aos JUROS do BCE que podem permanecer nos 0.15% ou chegar ao limite estabelecido de 1% (Esta pequena diferença de juros, em 5 anos pode chegar a 10 mil milhões de €uros.

Deu para entender, srª Angela Dorothea Merkel?


A escolha é de Portugal e dos Portugueses, a ver vamos, como diz o cego…

Eu mandando, negociava assim, não mandando fica a ideia, que esta ainda não paga imposto...

Sem comentários:

Enviar um comentário

;)