sábado, 14 de fevereiro de 2015

Dívida Publica Portuguesa - Como pagar 225 mil milhões de €uros?



A primeira coisa a fazer é olhar para o número, depois temos de lhe sentir o peso.

Para sentir o peso de 225 mil milhões de €uros temos de calcular os juros associados a este magnífico número, e esses, calculados a taxa de 1% são 2.25 mil milhões de €uros.

Este é o valor MÁXIMO que Portugal honestamente pode pagar de juros anuais, sobre uma divida que não para de crescer.

O valor MÍNIMO que Portugal vai pagar de juros anuais, será igual à taxa do BCE, enquanto este mantiver taxas inferiores a 1%, para 2014 os valores foram de 0.25% de Janeiro a Junho, de 0.15% de Junho a Setembro e de 0.050% de Setembro a Dezembro.

O valor que Portugal deveria ter suportado de juros em 2014 seria de:

 - (0.25% x 5 + 0.15% x 3 + 0.050% x 4) / 12 = 0,158333333333333%

Como em 2014 o crescimento da Economia foi inferior a 3% Portugal só paga de juros sobre a sua dívida o valor de 0,158333333333333%, qua aplicado aos 224.5 mil milhões de €uros que devemos dá: 355.458.333,33€, são 355,4 milhões de €uros.

Em 2014 Portugal pagou de juros 8.4 mil milhões de €uros!!!

Resultado? Demos prejuízo, juntando mais 5.3 mil milhões de €uros à nossa dívida, sobre a qual pagamos juros!

Considerando os impostos de 2014 e os juros de 0,158333333333333% sobre a dívida publica Portuguesa, pagaríamos 355.458.333,33€ e em 2014 o saldo obtido por Portugal seria positivo em 2.75 mil milhões de €uros! Teríamos superavit…

Mesmo pagando 1% de Juros ou 2.25 mil milhões de €uros, teríamos superavit!

Só existe uma maneira de renegociar a divida pública Portuguesa:

1.      Vamos pagar toda a dívida sem descontos, assumimos os 224.5 mil milhões de €uros.

2.      Assumimos igualmente o pagamento de juros, sobre a totalidade da dívida, independentemente do crescimento do PIB.

3.      Quando o crescimento da economia for inferior a 3% Portugal pagará apenas o valor médio da taxa de juro cobrada pelo BCE (0.1583…%) ou 1% como valor máximo.

4.      Quando o crescimento da economia for Superior a 3% o Superavit obtido será aplicado em 1/3 no pagamento e amortização da dívida - Portugal pagará o valor médio da taxa de juro cobrada pelo BCE (0.1583…%) ou 1% como valor máximo sendo o restante gasto na amortização da dívida.

Enquanto algo de parecido não for implementado, Portugal continuará a acumular dívida, sobre dívida, sobre dívida…

Enquanto a economia não crescer mais de 3% toda a divida é considerada perpétua, pagando Portugal os juros associados (1% máximo).

Quanto tempo mais vai passar até alguém explicar estas contas simples aos Portugueses? Enquanto não entendermos isto, não vamos lá…

Tic…Tac… Tic…Tac… Tic…Tac… Tic…Tac… Tic…Tac… Tic…Tac… Tic…Tac… Tic…Tac… Tic…Tac… Tic…Tac… Tic…Tac… Tic…Tac…



Sem comentários:

Enviar um comentário

;)