terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

A recuperação de Portugal e a diminuição do défice estrutural 2014/2016.

Portugal necessita de 277.400 BPD (Barris de Petróleo por Dia) para cobrir as suas necessidades, sendo matéria prima essencial para que o país possa funcionar é igualmente algo que não produzimos, gerando importações que tem um peso enorme nas contas de Portugal.


No inicio de Julho do belo ano de 2013 chega a demissão irrevogável do mestre das feiras e a inevitável crise politica, o petróleo anda sempre a mais de 100 USD o barril e o fardo continuava teimosamente a rondar os 8 mil milhões de €uros anuais.

As noticias para o governo de Pedro o coelhinho eram piores que más.

Em Janeiro de 2014 com o preço do Barril a 106.4 USDolares e o €uro a valer 1.348 USD os custos diários rondavam os 22M€ mais concretamente 21.895.667,66€ e os custos anuais eram 7.991.694.36€, só para comprar petróleo.

Com o final do verão os astros alinham-se, proporcionando uma enorme recuperação nas contas nacionais.

O petróleo, vil substancia que cada português necessita de 4 litros por dia, inicia uma descida vertiginosa.

Se em Setembro o preço rondava os 94USD/Barril em Outuro já tocava nos 85USD/Barril, para em Novembro dar nova cambalhota para os 70USD e fechar o ano em 57.33USD/Barril.

O ano de 2015 não poderia começar melhor o preço do petróleo 52.99USD o Barril e embora seja de considerar uma valorização do dólar para 1.12 USD por Euro a verdade é que as mesmas necessidades diárias de petróleo em Janeiro de 2015 custavam “apenas” 13,124 milhões de €uros, passando o custo anual para 4.790 Milhões.

Só em petróleo poupamos 3.200 milhões de €uros anuais ou perto de 2% do PIB.

Se as noticias eram boas em Janeiro de 2015, em Janeiro de 2016 são optimas. Então não é que o petróleo continua a desvalorizar, quebrando teimosamente mínimos alcançados no pico da crise? É sempre a crescer para baixo, Lindo, lindo, lindo.

O novo Governo de esquerda esfrega as mãos. 2016 iniciou com preços inferiores a 30 USD o Barril e no inicio de Fevereiro a tendência não é de subida, dia 2 ficou nos 32.52 Brent e 30.22 o WTI.

Ao preço médio de 35 USD Barril e €uro a 1.08 vs Dolares Portugal gastaria anualmente 3.284 mil milhões, menos 4.7 mil milhões que em 2014 ou 2.73% do PIB!

Falta falar nos juros…

Não sei se sabem, mas Portugal deve 231.3 mil milhões de €uros.

Com a compra massiva de divida por parte do BCE, Portugal paga hoje em média menos 2% do que pagava em 2014.

Menos 2% de juros sobre uma divida de 231 mil milhões representa 4.6 mil milhões de €uros.
Juntando petróleo e juros em mínimos de sempre, este país à beira-mar plantado poupa 9.2 mil milhões de €uros, mais de 5% do PIB.

Mesmo com estas condições apresentamos um défice anual superior a 5,3 mil milhões de €uros.

Podemos aumentar mais os Impostos?

Não, não podemos! Os impostos estão em máximos, asfixiando a economia, tendo as nossas empresas do PSI 20 perante esta carga fiscal decidido pagar a maior parte dos impostos lá fora…

Coincidência? Certamente!

Se mesmo com cortes inconstitucionais, impostos em máximos e condições muito favoráveis nos juros e petróleo acrescentamos 5.3 mil milhões à divida, estamos a falar do quê?

Estratégia?!?!?

De quem??











Sem comentários:

Enviar um comentário

;)