sexta-feira, 15 de julho de 2016

Campeões da treta!




No meio de tanto heroísmo e orgulho à pátria devo ser dos poucos a destoar.

Quero começar por pedir desculpa aos amantes de futebol.

O futebol nasceu para ser um espectáculo, movem-se multidões em função disso, é paixão que dói, no corpo, na alma.

Eu gosto de futebol e para falar de futebol da selecção existe sempre o antes e o depois.

A GERAÇÃO DE OURO!

Jogadores talentosos, Portugal sempre teve, mas jogar contra os GRANDES da Europa ou do Mundo era sempre um suplicio.

Aguentar, aguentar, aguentar!

Não éramos respeitados por ninguém, raramente participávamos nos Campeonatos Europeus ou Mundiais, jogando um futebol sem brilho, sem história.

Depois de sermos Expulsos do Mundial de 1998 em França porque o Rui Costa demorou 20 segundos a sair de campo para ser substituído em jogo de qualificação contra a Alemanha foi a gota de água.

Adeptos das contas de calculadora, restava ir ganhar à Alemanha, fomos, lutamos e empatamos, porque o Rui Costa demorou 20 segundos até ser substituído, foi expulso, Portugal jogou com 10 até final e a Alemanha empatou o jogo.

Foi uma vergonha, mas foi um querer como nunca se tinha visto, jogando olhos nos olhos, olhando o adversário de frente, sem medos! Foi memorável.

Em 2000 caímos perante a França de Zidane na meia final, mas pelo caminho ganhamos aos Alemães 3-0 com Sérgio Conceição em grande e despachamos Inglaterra com 3-2, depois de entrar praticamente a perder por 2-0, um jogo memorável, dos que assisti, provavelmente o melhor de sempre!

Jogamos futebol!

Em 2002 ficamos pela fase de grupos num mundial sem história lusa, para entrar em força no Euro 2004, a nossa tragédia Grega.

Ganhamos a Espanha, Holanda, novamente Inglaterra, para cair na final! A força de um futebol tampão prevaleceu.

No Mundial de 2006 Novamente a França na meia final, impediu Portugal de chegar mais longe.

Partilhando uma dor que conheço bem, seria a altura ideal para pedir desculpa aos Franceses, seria, mas não é!

Não é porque foram PORCOS! Na ânsia de ganhar sem olhar a meios, a falta sobre Ronaldo, não é só maliciosa, é mordaz.

Incapacitar Ronaldo é pensar pequenino.

Le petite France…

Perderam sem espinhas, num campeonato onde o Campeão fez 7 jogos e não mereceu ganhar nenhum. Sé la vie…

Os jogos de futebol de Portugal deram sono! O único que se aproveitou em espectáculo foi contra a Hungria, foi sofrimento de morte, para acabar apático a olhar para 22 jogadores parados esperando apenas o apito final.

Sono, sono, sono! Quando olhei para Luís Figo a bocejar na final do Europeu reparei que não estava só.

Calculo que para ele seja ainda mais difícil assistir aos jogos deste Portugal.

Com um saco cheio de médios e um ponta de lança tosco, cometemos a proeza de em 10 jogadores de campo, jogar com 5 fora das suas posições naturais. Notável! Digno da melhor “Engenharia”!

Sonolência é, o que é.

A que eu mais gostei, foi os lançamentos de linha lateral. Por essa é que eles não esperavam.
Lançamento para Portugal, tuga pega na bola e passa a outro tuga que se prepara para lançar, quando subitamente aparece um companheiro e recebe a bola que a passa a outro, que, entretanto, chegou. Impressionante!

Tudo isto queimando tempo, sem efectivamente repor a bola em jogo.

Os Franceses até ficaram com os olhos em bico, o mais exaltado, esbracejava, apontando para um, e outro, e outro jogador de Portugal, esbracejava, apontava e gritava HEI!! HEI!! Quase que dava para dançar.

É triste quando exportamos o pior que existe no nosso campeonato.

Acaba por ser bem feito, para os Franceses não serem Porcos, aquela falta não se faz! Muito menos na FINAL!

Depois ficamos chocados quando somos recordados de maneira pouco simpática continuando sem entender, como é que o nosso campeonato nacional, GLORIOSO que é, não interessa a ninguém!

Somos Campeões, campeões da Treta, com um futebol sonolento que não cativa ninguém. Parabéns PORTUGAL! É isso que queremos ouvir? Depois de 7 jogos deprimentes?

Então Parabéns!

Agora somos todos comendadores.

Que diria Luís Figo; Rui Costa; João Pinto; Paulo Sousa; Jorge Costa; Fernando Couto entre outros, deste futebol.


Eu, não gostei, era só isto.

Sem comentários:

Enviar um comentário

;)