terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Bom dia 2011


Aproveito para desejar a todos um bom ano cheio de felicidade, amor e algum dinheiro para os gastos.
Saindo eu de Porto de Mós depois da passagem do ano (Obrigado Duarte Nuno pela hospitalidade) passei pela bomba de gasolina para atestar.
Ao olhar para o preço assustei-me 1.524€/litro É PÁ! bom dia 2011!
Bem em Lisboa certamente o preço será diferente.
Quando o petróleo estava a 150 USD o barril eu nunca paguei mais de 1.49€/litro, actualmente o petróleo está perto dos 95 USD o barril, pelo que o preço em Lisboa deve ser diferente.
É diferente, mas não muito, paguei 1.513€/litro.
Quando no verão passado a autoridade para a concorrência andou em estudos para saber se existia ou não concertação de preços entre as grandes empresas, bastava olhar para a localização das refinarias na "Jangada de pedra" para entender algo muito simples.
  1. Portugal é da Galp
  2. O Sul de Espanha é território da Cepsa que junta a isso as Canárias.
  3. Restante território Espanhol é propriedade da Repsol, com uma pequena excepção (Já não sei se é assim que se escreve…) a BP já tem 1 pé no mercado são só 100.000 Barris por dia, mas entrar em Espanha não é fácil… e ter refinaria muito menos J
O preço do mercado não é ditado pela quantidade de postos de abastecimento de uma ou outra marca, o preço é ditado pela localização das refinarias e pelos seus proprietários.
Para existir concorrência em Portugal ou licenciamos mais uma refinaria que o proprietário não seja a Galp, ou temos de armazenar como se faz com o Gás.
Criando depósitos que possam suprir as nossas necessidades por 15 dias, em Sines a REN tem 1 terminal de armazenamento de GNL (Gás Natural Liquefeito).
Serve de reserva estratégica e é vendida no mercado de acordo com as necessidades.
Para os combustíveis seria exactamente igual, tendo a Repsol; Total; BP ou outras a possibilidade de adquirir 1; 10 ou 50 camiões de gasolina para distribuir pelos postos de abastecimento das respectivas marcas, não tendo de recorrer OBRIGATÓRIAMENTE aos "nossos amigos" da Galp, seja em Sines ou Matosinhos, no mercado em Portugal manda a Galp.
Fica o mapa de Portugal e Espanha com a distribuição das refinarias.




Ficam as perguntas.

Quando a economia melhorar e o petróleo voltar a 150 USD o barril a que preço vamos pagar os combustíveis?

Existe alguma Lógica em apostar em Combustíveis fósseis que não temos, quando podemos apostar em energias renováveis que produzimos e não gastamos dinheiro a importar?

Portugal

Espanha

Sem comentários:

Enviar um comentário

;)