quarta-feira, 3 de abril de 2013

Portugal – O Sr. Dos Anéis - Lítio – O nosso petróleo! – Cap. 40

Chegados ao Cap. 40 desta saga, convém recordar o Cap. 4, Portugal era em 2010 o 5º produtor mundial de lítio.

Quase nada mudou desde 2010 continuamos no TOP 5 mundial, a grande diferença entre 2010 e 2012 é simples de explicar.
Em 2010 ainda armazenávamos os calhaus esperando por um consórcio alemão que nos viria explicar como transformar os calhaus em lítio e posteriormente vender o produto com valor acrescentado.

Em 2013 vendemos a produção à Alemanha, que por sua vez transforma os calhaus em lítio e posteriormente absorve o que necessita e vende o restante no mercado ao preço de 45€/kg.
Só a mina da Felmica na Região de Braga tem reservas para 70 Anos a 30 metros de profundidade!

70 ANOS!!!
A Felmica tem 30 minas…

3 delas com ENORMES reservas de Lítio (Guarda/Boticas e Serra de Arga).

Temos milhões e milhões de Toneladas de Lítio, a pouca profundidade.
O Lítio é utilizado na industria e parte da Produção da Felmica é aplicado na industria nacional na produção de Azulejos/Mosaicos e  Loiças Sanitárias/ de Cozinha, só o “excedente” é vendido.

O engraçado em toda esta história é que os nossos “amigos” Alemães conseguem vir à Guarda comprar os calhaus, transporta-los para a Alemanha e vendendo a preço de mercado, que eu recordo (45€/kg) tem lucro.
Eu que sou um gajo prático pergunto:

Se Portugal construir uma fábrica para fundir os calhaus em lítio na Guarda, junto às minas, tendo a Guarda acesso ao comboio, a que preço sairia o Lítio produzido em Portugal?
E se esse mesmo Lítio for aproveitado para produzir baterias em Portugal?

Se a empresa 123 Systems comercializa baterias nos E. Unidos a 2.5 Milhões de USD/ 2 Milhões de €uros (por MW de armazenamento), quanto custaria produzir a mesma bateria em Portugal? Sabendo que a fábrica de fundição do Lítio era paredes meias com a mina, que tem via-férrea nas proximidades e que facilmente transporta as mercadorias para o porto de Viana ou Leixões?
Preço a considerar para produção de baterias de Lítio em Portugal:

1 Milhão de €uros/Mw.
100.000€ / 100 Kw

10.000€ / 10 Kw (Gasto diário da minha habitação (T2/4 pessoas)).

Alteração Fevereiro de 2015

Com a entrada de Elen Elon Musk e a evolução do mercado o preço de custo para produzir uma bateria na nova fábrica de baterias é de 100€/KWh, ficando o custo de Baterias de 10 KWh (Gasto diário habitação T2) por 1.000€ ou, com lucro - 1.500€ PVP.

Se actualmente a TESLA paga 200 USD/175€ por cada KWh de armazenamento em baterias de Lítio e em 2020, com a nova fábrica de baterias vai ter um custo de ± 130 USD/110€ por KWh de armazenamento, Portugal tem de fazer mais e melhor.

O Lítio é produzido na China, transportado para o Japão onde são feitas as pilhas e todos os componentes das baterias, depois exportam tudo para os E.U.A., onde as baterias de Lítio são montadas e aplicadas em carros com custo de 130 USD por KWh.

Portugal tem as maiores minas da Europa na Guarda, instalando ai a fábrica de transformação dos calhaus em Lítio e a Fábrica de Baterias, não existiam custos de transportes associados até ao produto final (bateria), podendo apresentar um custo de produção de 100€ por KWh de ARMAZENAMENTO em Baterias de Lítio.

5 comentários:

Jesus Chacim disse...

Olá Portugal Bipolar... Parabéns, novamente pelo teu Blog e os teus artigos. Gostaria de deixar aqui um alerta sobre o lítio. Talvez não seja assim tão prometedor quanto parece. Gostaria que consultasses este artigo :

Grafeno, o material milagroso...

Abraço

Portugal Bipolar disse...

Boas,

Obrigado pelo comentário e pelo Link.
O Grafeno pode resolver muitos dos atuais problemas energéticos, mas falta-me muita informação para poder falar sobre...
O Lítio, foi por mim abordado na vertente elétrica, nas nossas ilhas e para ilhas pequenas, para iniciar um Cluster, julgo ser bastante promissor.
Até porque não temos de importar matéria-prima.
As necessidades energéticas de algumas das nossas ilhas são insignificantes e são ótimos locais de teste para armazenamento e novas formas de produção e transporte de energia.
Repara que 3 horas de baixo consumo em Portugal gasta a mesma energia que a ilha das flores durante 1 ano inteiro.
Neste momento, devido à minha Bipolaridade, ando focado nos nossos "Representantes do Povo".
Fica prometido um post sobre o Grafeno (depois de me informar ainda melhor sobre o material e suas propriedades).
Obrigado novamente pelo Link bastante elucidativo.

1 Abraço

Jony

Jesus Chacim disse...

Obrigado pelas palavras simpáticas... Espero que volte a visitar o noenigma ;)
1 Abraço

Filipe disse...

Elon Musk e não Elen :)

Portugal Bipolar disse...

Boas Filipe,

Obrigado pelo reparo. ;)

Abraço,

João Filipe ;)