sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

A CAMINHO DE IR… e não votar.


Pois é.
Não pensem que é por desinteresse neste nosso país, por falta de tempo ou frio a mais nas mãos.
Não.
Muito gostaria de sentir que se perfilam candidatos entusiastas e motivados para agarrar o boi pelos ditos (e que falta nos faz).
Mas a realidade é que não consigo deixar de ver demagogos embrenhados na apresentação dos seus currículos e feitos pessoais…
O novo presidente da república deveria ser um diplomata (não de tarimba mas de personalidade), um homem (ou mulher) informado e com uns grandes tintims…
Um homem com visão social e poética mas também um homem pragmático e economicista. Sim, talvez se puséssemos 2 no passe-vite, desse 1 de jeito J


Continuo ligada à informação, na esperança de ser convencida de que um deles é a pessoa certa para chegar junto do governo e oposições e dizer "meus caros: neste, neste e neste ponto esgatanhem-se, arranquem cabelos (como quiserem) mas têm de se unir num plano estratégico a seguir nos próximos anos, independentemente de quem é quem nos destinos do país.
Vamos lá convocar equipas de trabalho multidisciplinares, com os mais qualificados de entre nós; com empresários, sindicatos, padres, ateus … Temos 6 meses para nos entendermos!
E andar em cima deles até haver resultados e até estar traçado o caminho: Onde estamos, para onde queremos ir e como vamos lá chegar!


SXavier
Bloguista convidada

Sem comentários:

Enviar um comentário

;)