quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Ilha das Flores_Going Green




Os dados referentes ás ilhas do Corvo e Flores foram recolhidos da SREA – Serviços Regionáis de Estatisticas dos Açores tenho dados até 2005.
Ilha das Flores – 3.995 Habitantes – Área 141.7 km²
Tem como consumo anual de energia 11 731 822 kwh= 11 731,82 Mwh, mas isto é anual e o consumo reporta a 2005 vamos considerar que as Flores cresceu 3% ao ano até 2012.
Consumo de energia na ilha das Flores em 2012 TOTAL Anual 11,73182Gw ou 11 731,82 Mw ou 11 731 822 kw


A Ilha das Flores tem de necessidades energéticas 32,14mwh por dia.



Consumo diárioConsumo Anual
  kwmw Gw2005201020112012
Total Anual32141,9832,141980,0321429539045110583681139011911731822
Domésticos 14215,914,21590,0142164218973489094650376745188805
Comércio/Serviços 11337,6711,337670,0113383364777390069940177204138251
Serviços Públicos 3103,8883,1038880,003104921167106788510999221132919
Industriais - - - - -719,98840,7199880,00072213677247710,2255141,5262795,8
Iluminação Pública 2764,5242,7645240,002765820451951127,6979661,41009051
Nº de Consumidores       2253261326912772


Quando Preparava os argumentos para a Ilha das Flores, reparei que ali não se dorme!
Então não é que Com os Investimentos em Curso, ficam com 87% das necessidades cobertas por energias Renováveis!
Em Outubro de 2009, a ilha das Flores foi abastecida durante 12 dias apenas com recurso a energias renováveis, o que representou "uma situação inédita no país".
A ilha das Flores, nos Açores, vai poder ser abastecida "a cem por cento" por energias renováveis durante "muitos dias do ano", revelou esta segunda-feira à Lusa o director regional de Energia, Cabral Vieira.
"Com recurso às energias eólica e hídrica, que é um substituto quase perfeito do fuel, vai ser possível abastecer a ilha das Flores [com energias renováveis] por mais tempo do que os 12 dias do ano passado" disse Cabral Vieira, que falava à margem da conferência sobre 'Energia e Alterações Climáticas - Desafios para as Populações Insulares', que hoje decorreu em Angra do Heroísmo.
"É possível, conjugando as energias eólica e hídrica, através de uma tecnologia única no território nacional, abastecer com energias renováveis territórios como as Flores", salientou o director regional de Energia.
Fonte: AcorianoOriental.pt
Foram 12 dias a viver no verde. Nos Açores, as Flores provaram que é possível colocar a ilha a funcional apenas com energias renováveis, no que constitui para já a primeira experiência do género em Portugal."Esta situação provou que é possível, numa conjugação das energias eólica e hídrica, utilizando tecnologia única no país, alimentar com energias renováveis uma ilha como as Flores", congratulou-se o secretário regional do Ambiente, Álamo Menezes, quando anunciou a experiência levada a cabo durante o passado mês de Outubro.
Em números, foram 142 quilómetros quadrados e mais de quatro mil habitantes que foram alimentados pela energia limpa que, de acordo com o governante, anuncia um caminho "para uma quase autonomia energética".
Durante os 12 dias da experiência, a ilha recorreu a volantes de inércia – que permitem praticamente anular variações de tensão nos aerogeradores.
No anúncio da experiência, era um secretário regional do Ambiente satisfeito aquele que anunciava que a Ilha das Flores "é um exemplo de penetração das energias renováveis a nível nacional e mesmo internacional".
Um elemento fundamental para dar seguimento à experiência é a central termoeléctrica em construção na Pedreira do Porto, que integra cinco grupos geradores – com potência total de 3,6 megawatts -, num custo estimado de 12,5 milhões de euros.
Esta unidade vai permitir o reaproveitamento da actual central de Além Fazenda, ampliando a sua componente hídrica.
Na ilha está ainda previsto a construção de uma nova central hídrica na Ribeira Grande, projecto que assegurará o abastecimento nas Flores com uma taxa de 87 por cento de energias renováveis.
Fonte: RTP.PT


Meus caros não são 87% são 100%
Já não falta muito, proponho um investimento para as flores de 100 Milhões de Euros.
2 Centrais de Armazenamento de Energia de 30mw – Custo 60 Milhões de Euros
Aumento da Capacidade de produção em pelo menos + 20mw - Custo 40 Milhões de Euros
O Aumento da capacidade de produção em 20mw é para dar resposta aos carros que também devem ser eléctricos, e claro o barco!
O Barco?
Sim o novo Carvalho Araújo só que agora será Green, Eléctrico com capacidade para transportar pessoas e carga!
Custo final: 100 Milhões de Euros
Resultando = Portugal pode anunciar ao mundo o 1º passo para o seu objectivo final...petroleum free 2030!

140 Milhões gastos e 2 ilhas livres de petróleo! É mau?

1 grande abraço aos habitantes do Corvo e das Flores!

Sem comentários:

Enviar um comentário

;)