terça-feira, 15 de março de 2011

Força Japão, e boa sorte! Estou e estarei a torcer por vocês!

Como pode 1 país que foi bombardeado com bombas nucleares apostar em energia nuclear?


É simples, o Japão não tem recursos naturais, o gás natural ainda não existia em 1950 e para o desenvolvimento do país era necessária energia barata.

O preço de construção de uma central nuclear é elevadíssimo e o seu desmantelamento também, mas durante o tempo de vida de uma central a energia produzida sai ao preço da uva mijona!

Tendo isso em consideração o Japão apostou forte no nuclear, 50 Centrais nucleares produzem perto de 40% das necessidades energéticas do país.

Mas como estamos a falar de uma zona em que sismos são considerados normais (anormal é passar 30 dias sem sismos…) cada central tem 3 níveis de segurança.

20% De todos os sismos com intensidade superior a 6 são no Japão!

Construídas para suportar sismos de grande intensidade, preparadas para tsunamis o Japão confiou na tecnologia nuclear e bem vistas as coisas com 3 níveis de segurança era necessário uma enorme catástrofe para que a coisa correr mal…

Pois foi, mas aconteceu!

AZAR?

Sim, não é normal ter o 5º maior sismo de todos os tempos e passados 60 minutos levar com ondas com mais de 10 metros de altura!

Para se ter uma ideia o terramoto que assolou o Japão foi 70 vezes superior ao do Haiti! 70 VEZES!

Foi o 5º maior terramoto desde que eles são medidos, de acordo com o USGS (Serviço Geológico dos Estados Unidos), o epicentro do abalo sísmico foi registado a uma profundidade de 24 km no oceano Pacífico, a 130 km da ilha de Honshu, a maior do arquipélago japonês, e a 373 km da capital do país, Tóquio.

Com 50 centrais nucleares claro que algumas foram afectadas, Falhou a 1ª medida de segurança Uma haste de controle é um bastão feito de elementos químicos capazes de absorver muitos nêutrons . Eles são usados em reatores nucleares para controlar a taxa de fusão do urânio e plutónio .FALHOU culpa do sismo…entrou a 2ª medida de segurança em funcionamento geradores a energia fóssil para bombear água para o reactor e impedir a fusão…também falhou (culpa do tsunami), entrou a 3ª medida de segurança em funcionamento transforma o vapor de água existente em água que é novamente bombeada para o reactor, também falhou, o nível da água começou a baixar tendo já sido libertado para a atmosfera gases nocivos.

Os japoneses em desespero estão a lançar água do mar para dentro da central tentando arrefecer o reactor!

Não sei quanto custa construir uma central nuclear…10 mil milhões?….20 mil milhões? Não sei!

O que sei é o seguinte, quando se manda água do mar para dentro de uma central nuclear essa central nuclear nunca mais funciona!

Isto só é feito no limite! Quando se esgotam todas as possibilidades!

Espero que resulte, pois Tóquio tem mais de 30 milhões de habitantes e está a menos de 400 Kms…

Força Japão! E boa sorte!

Estou e estarei a torcer por vocês!

Link para video explicativo CNN

4 comentários:

  1. Energia barata?!?! Energia nuclear barata?!?! Dios mio, mas desde quando é que esta energia dita nuclear é barata, já que só o lixo radioactivo tem de ser guardado e vigiado por milhares de anos?!!!!!! E como se isto não bastasse, as centrais nucleares e seu desmantelamento custam na ordem de biliões e não "somente" milhares de milhões de euros.

    Construir centrais nucleares em cima de lugares sísmicos, é como dar fósforos a crianças, é simplesmente brincar com o fogo.
    O raciocínio é simples e lógico, pelo menos para alguns.

    ResponderEliminar
  2. Boas Anónimo,
    Julgo ser fácil criticar opções de 1950 em 2011, mas eu não vou por aí!
    Na altura das decisões elas foram lógicas, relembro que o gás natural não era conhecido como fonte de energia capaz de gerar electricidade...
    Se leres com atenção o meu post, podes confirmar que a produção de energia nuclear é barata quando não contamos com o dinheiro necessário para a construção da central, não contamos com o custo do seu desmantelamento nem com o custo de armazenamento de material radioactivo!
    Se tiver apenas em consideração o custo de gerar energia a energia nuclear é bastante mais barata que qualquer outra (€/MW produzidos)

    ResponderEliminar
  3. Olá Portugal Bipolar,

    então é como dizer que a compra de um Maybach é baratuxa, já que se compra às prestações....o pior é o resto.
    A minha ventoinha eólica, fi-la com materiais do ferro velho, tem quase 10 anos, não me custou nada e continua a produzir electricidade a custo zero. Até as baterias em 2ª mão custaram-me pouco mais de 100 euros.
    Agora arranja-me lá a suposta energia nuclear a este preço.....nem daqui a 1.000 anos!

    ResponderEliminar
  4. Boas anónimo,
    Eu também nunca fui a favor da energia nuclear, tento sempre entender os pontos de vista dos outros, por muito estúpidos e/ou diferentes dos meus...Compreendo a opção do Japão nos anos 50 do milénio passado.
    Como já referi é fácil criticar opções de 1950 em 2011 e eu não vou por aí!
    Se te for possível explicar melhor como fizeste essa ventoinha, se possível com imagens ou vídeo.
    Podes enviar para o meu email que eu publicarei no Blog.
    Cps
    Jony

    ResponderEliminar

;)