sexta-feira, 18 de maio de 2012

Acabou o primeiro Ano TROIKANO

Faz hoje 1 ano que a TROIKA entrou em Portugal.

Como muitas vezes aqui foi recordado os cortes na Energia e nas PPP’s em geral, são essenciais para entendermos que existem sacrifícios mas eles são para todos.

Não, Não são!
Nem com a TROIKA a mandar, conseguimos enfrentar os “sugadores de crescimento”.

São anos, e anos, e anos... A MAMAR e os cortes agora apresentados, são uma afronta a quem paga atualmente impostos em Portugal.
Portugal em Custos Económicos de Interesse Geral paga anualmente 2.300 Milhões de Euros…

São retirados 180 Milhões?!?!?
Continuamos a pagar anualmente 2.120 Milhões até 2020, com uma liberalização de brincadeira do mercado em 2013 os preços irão subir, injustificadamente pois em mercados pequenos os players ajustam-se, foi assim com os combustíveis, será assim com a eletricidade.

A grande negociação que o governo afirma de peito cheio ter feito com produtores de eletricidade permite a Portugal Poupar 180 Milhões por ano???
Espetáculo…

O dinheiro que poupamos até 2020 dá para pagar os Custos Económicos de Interesse geral de Janeiro de 2012 a Outubro 2012!
É um desconto pequenininho, de gente pequenininha para enganar o mais pequeno cérebro existente na Tugolândia.

10 Meses  em 120 é para rir!
Basicamente constatamos que estamos a ser encavados! É de frente, é de costas, é de toda a maneira… depois, afirmamos fazer um bom negócio quando acordamos para os próximos 120 meses levar na anilha, mas os nossos penetradores fazem um desconto de 10 meses…

Pelas contas feitas aqui, aqui e aqui uma renegociação em condições poupava perto de 430 milhões por ano.
Nada se fala sobre o défice tarifário, que é superior a 2.000 milhões de euros e tem de ser pago, sobre a liberalização do mercado elétrico são mentiras sobre mentiras…

Assim vamos andando, sem rumo, sem futuro e sem fé.

A fé move montanhas, a nossa política demove a alma, a razão de ser de uma nação…

1 comentário:

  1. Boas!
    Estou a 100% contigo.
    Vamos ter que sofrer.
    Estes cortes miniatura é só para mandar areia para os olhos do cidadão português eleitor.
    Um dia o povo abre os olhos e caga-se nos partidos do arco do poder,...talvez venha aí uma ditadura do Bloco de Esquerda à semelhança da grécia.

    ResponderEliminar

;)