domingo, 17 de julho de 2011

deutschland - Não sinto ódio, não sinto raiva apenas NOJO!



O confronto de ideias é, e será sempre, saudável.
Cada um terá certamente as suas regras. Eu, com o mau feitio que tenho, tenho as minhas e nisso sou semelhante aos britânicos “keep it simple!”.
Quando analiso alguém com a minha idade (41 Anos) é para mim normal olhar para o seu percurso e para as suas atitudes dos últimos 20 anos.
Julgo não ser justo ter apenas em consideração 2, 3 ou 4 anos. Olhando para metade da vida de alguém tenho uma perspectiva diferente, mais abrangente, em minha opinião.
Quando analiso um país como a Alemanha, seguindo o mesmo raciocínio, julgo que no mínimo devo olhar para 100 Anos. 1 Século!
Poderia ser mais, poderia ser menos, mas estas são apenas as minhas regras e é também esta a minha maneira de ser e estar na vida! Cada um é como é, e eu sou assim!
Vamos então olhar para a Alemanha nos últimos 100 anos…
Qual a atitude/postura germânica no decorrer dos últimos 100 anos?
Bem para começo de conversa foram responsáveis por duas guerras mundiais! Duas vezes entraram em guerra e duas vezes perderam!
Na última, tinham o país em ruínas, não tinham dinheiro para nada, nem para comer…
Foram ajudados?
Claro que sim, receberam dinheiro para reconstruir um país completamente em ruínas.
O importante não é saber quanto dinheiro receberam, pelo menos para mim, eu centro-me apenas nas condições em que esse dinheiro foi emprestado…
Este post e as próximas perguntas são dedicados à Alemanha e aos Alemães que tem mais ou menos a minha idade, os que trabalham e não querem pagar com o dinheiro que é deles o resgate dos países do sul (vamos considerar que a Irlanda está a uma latitude de 38ºN…)
1.       Sabem quando acabaram de pagar as dívidas decorrentes da ajuda que receberam?
2.       Sabem que se a economia alemã não crescesse mais de 3% nesse ano a dívida não seria paga, aumentando o seu prazo de pagamento em mais 1 ano e sem aumento dos juros?  
3.       Sabem que parte substancial da dívida só foi considerada depois da reunificação do país?
4.       Sabem se pagaram IVA nas obras de reconstrução?
Eu, não estou a dizer que não pagaram! Também não estou a dizer que pagaram! Eu estou a perguntar…
Para quem fala de peito cheio, julgo ser justo esta pergunta!
Pagas-te IVA, FILHO DA PUTA?
Ou não sabes e vais ter de perguntar ao papá?
Se eu fizer obras em minha casa, na minha loja ou no meu café, tenho de pagar IVA!
Mesmo que chegue a acordo com o empreiteiro sobre a facturação, o IVA dos materiais tenho sempre de o pagar!
Como sabes, recebeste todo o dinheiro necessário para as obras e estas foram feitas a preço de custo! Mas… Pagas-te IVA, FILHO DA PUTA?
É próprio de seres mesquinhos, quando são ajudados agradecem mas no minuto seguinte já nem se lembram!
Infelizmente conheço casos assim! Tenho por eles a mesma consideração que pela maioria do povo alemão…
A todo o povo alemão desejo, MUITA SAÚDE, MUITA SORTE e se possível MUITA DISTÂNCIA!
Se possível desejo que para passar férias escolham a Austrália!
Tendo em consideração que para astronautas não tem jeito (o que me impede de os mandar para o espaço) deixo aqui a sugestão, vão visitar a Austrália!
É um país lindo, e para mim tem a vantagem de ser exactamente do outro lado do mundo…
Para finalizar, e para quem tenha dúvidas sobre os meus sentimentos em relação aos Alemães eu clarifico.
Não sinto ódio, não sinto raiva apenas NOJO!
Nota: Nem todos os alemães serão assim mas ao analisar um povo, tenho de olhar para o conjunto.
É justo? Não, mas se a vida fosse justa não existiria em todos os países uma coisa chamada “MINISTÉRIO DA JUSTIÇA”
Nota Final: a Alemanha acabou de pagar a dívida no dia 3 de Outubro de 2010, 20 anos após a reunificação e 92 anos depois da 1ªGuerra Mundial…
Tenho dito!

21 comentários:

  1. Parabens atrasados :)
    Pelo menos ha 6 alemaes q sao porreiros e que sem eles eu ficaria sem nickname :P
    bem, a culpa de nos termos endividado é nossa (como nação) e assim estamos sujeitos a quem nos empresta...
    nao nos podemos esquecer q n somos os eua e q continua a ser cada um por si. a moeda foi só para facilitar o comercio.
    (será esta a 3ª tentativa de conquista alemâ, agora pela via financeira?)

    cumps

    ResponderEliminar
  2. Boas,
    gostava só que me confirmasse o seguinte se soubesse.

    É verdade que a Merkel em 2008/2009 salvou uma grande parte da banca alemã gastando para isso um valor > 80 mil milhoes de euros?

    E que depois deu instruções aos bancos alemães para comprarem no mercado divida alemã?

    Fazendo assim que o diferencial entre a divida alemã (referencia na europa) e a dívida dos restantes paises se alargasse, passando assim os CDS a custarem que por sua vez levou os investidores a pedirem juros mais elevados, sempre assim num ciclo vicioso?

    Com os melhores cumprimentos,

    ResponderEliminar
  3. Boas Nuno V,
    Não sei se é verdade ou não o que afirmas. O que sei é que 40% do sistema financeiro Alemão está escondido e não participou nos Strss Tests. Mesmo assim 1 banco chumbou nos testes! Sei igualmente que em Espanha foi analisado 95% do sistema financeiro. cps

    ResponderEliminar
  4. Os tuguinhas do costume, trabalhar bem e de forma eficaz, faz calos!
    As mentirinhas do costume, a Alemanha recebeu dinheiro, a Alemanha fez 2 guerras. Há quem se distrais e se esqueça de averiguar melhor a História verídica e de forma objetiva verificar como as coisas sucederam ou não.
    Só para elucidar, os alemães nem sequer têm uma nação, por isso aqui não se chama Deutschland mas sim BRD GmbH, assim como sustentam "meio mundo". Desde os terroristas americas que nada sabem produzir de jeito, passando pelos judeus e parasitas dos países do sul, assim como parte de África e ainda parte da Ásia.
    Os alemães são mesmo lixados, não sabem fazer mais nada a não ser produzir e exportar, ao contrário dos tuguinhas que nem sequer produzem o que comem....
    Que povinho mais perdido e enquanto recebeu o dinheiro dos contribuintes alemães, holandeses e dinamarqueses via Bruxelas, nunca se ouviram estes comentadores azelhas a reclamarem por justiça e assim devolverem a "César o que é de César e a Deus o que é de Deus", né!
    Pois, e também já se esqueceram os tuguinhas da trampa que fizeram com os negros em África? Pois, comem muito queijinho belga, holandês, suíço e alemão....

    ResponderEliminar
  5. eh pá, se não fossem os alemães e outros povos desenvolvidos da europa, desconfio que ainda tinhamos era estradotas esburacadas e andavamos de carroça de burros.
    nojo tenho eu da cambada de políticos tugas eleitos pelos tugas e que afundaram o país, isso sim é nojento pá

    ResponderEliminar
  6. Bom dia!
    Me desculpe, mas que quer comer se mais de metade do que ingere é de proveniência estrangeira? Eucaliptos, talvez?
    E para se deslocar se não naquelas excelentes máquinas alemãs, o que quer? Marmitas de arroz do Japão contaminado?
    É que com eucaliptos dificilmente se deslocará!
    E agora que o dinheiro de Bruxelas está a acabar, em larga escala de origem de Berlim, quer fazer o quê? Viver talvez do ar?
    É que eu vivo e sobrevivo graças a turistas alemães que recebo todas as semanas no nosso lindo Alentejo. Graças a eles, tenho uma vida folgada e cheia de alegrias, eles são amistosos, cumpridores e bons pagadores, pontualidade germânica e de muito bom gosto, exigentes e respeitadores, aprendi e aprendo mais com eles do que com os portugueses que infelizmente raramente têm estas virtudes que tanto aprecio nos alemães.
    Convivo com eles há quase 40 anos, nem uma única razão de queixa e já recebi mais de 10.000 turistas. Garanto-lhe, prefiro 1.000 vezes os alemães aos latinos. Mas também lhe garanto que tive de me dedicar imenso e trabalhar muito para poder chegar onde cheguei para assim poder ir ao encontro das exigências e rigor da minha clientela, especialmente alemã e nórdica.

    Agora diga-me, no turismo vamos viver do quê? De americanices e seus vândalos, desde os ingleses passando pelos turistas oriundos dos EUA que não sabem respeitar nada nem ninguém? Ou dos empobrecidos portugueses?
    Não vandalize quem nos quer bem e ainda nos estende a mão, porque cuspir nela é o mesmo que afundar que nem o Titanic.
    Passe bem e da próxima reflita ainda melhor!

    ResponderEliminar
  7. Chiça Portugal Bipolar não poderia ser um nome ainda mais negativo? C´um catano.

    ResponderEliminar
  8. Boas Isabel, Bem vinda a PortugalBipolar. Resposta em novo Post. http://oportugalbipolar.blogspot.com/2011/07/guerra-na-europa-antes-do-final-da.html

    ResponderEliminar
  9. Não é que simpatize muito com Angela Merkel, mas preferia ela a Guterres, Durão Barroso, Sócrates (o maior trafulha da história portuguesa). Cuspir na sopa que nos dão não é muito inteligente e os alemães para todos os efeitos produzem muita coisa que consumimos de bom agrado e que são de qualidade.

    ResponderEliminar
  10. Concordo com a Isabel. Não produzimos quase nada nem sequer o que comemos o que é uma lástima.

    ResponderEliminar
  11. Boas Torres,
    Concordas com a Isabel e acho que fazes muito bem!
    Isabel-2
    Jony- 1(Eu)lol
    A Isabel deu a sua opinião, não anónima e fundamentada e eu, ao ler o que ela escreveu e os seus fundamentos, tentei explicar melhor os meus em http://oportugalbipolar.blogspot.com/2011/07/guerra-na-europa-antes-do-final-da.html

    ResponderEliminar
  12. nojento é a classe politica tuga q só tem feito porcaria e os tuguinhas ainda deixam....

    ResponderEliminar
  13. Guerra na Europa? Obrigado mas dispenso. Acho que aí podemos estar descansados, até porque os alemães são os primeiros que estão a favor da paz. A questão é sempre a mesma, a política e os políticos é que são o problema, nunca política alguma resolveu problema algum da humanidade.
    É tempo de virar as costas ao sistema e ir para a terra cultivá-la para si mesmo. O sistema desmorona-se enquanto o diabo esfrega um olho.

    É claro que também os bancos e seu sistema atual em nada beneficia o ser humano, prejudica-o mantendo-o seu escravo.

    ResponderEliminar
  14. Boas Torres,

    Eu também dispenso uma guerra na Europa, julgo ser prejudicial para todos.
    Como dispenso que Portugal saia do Euro, até porque deixava de conseguir pagar uma habitação que tenho no centro de Lisboa e estou a pagar vai para 12 anos.
    Agora, uma coisa é o que eu quero, outra é o que eu acho que vai acontecer quando olho para os números...
    Quando a TAG Perfect Storm teve inicio, eu fui apontando problemas e por ironia até fui contando os dias que faltavam até Portugal pedir ajuda, comecei a contar os dias faltavam tipo 200 Dias, falhei por 5 Dias...
    Como já referi vezes sem conta, eu detesto ter razão, pois sempre que isso acontece alguém sai entalado.
    No verão passado, em conversa com um familiar disse-lhe:
    O melhor é despedires-te do Subsidio de Natal!
    Falhei? Sim, eu julgava que era 100% do Subsidio e até ver é só 50%, espero sinceramente em Janeiro de 2012 estar aqui a afirmar que estava completamente enganado!
    Acredito nisso?
    Não...

    ResponderEliminar
  15. Se os portugueses tivessem estado mais atentos aos jornais alemães, já eles noticiavam em 2009, portanto algo como uns 600 dias em que davam os países do sul com enormes problemas financeiros e já naquela altura mencionavam que não restaria mais nada aos alemães senão saírem do euro. Como tal nada de novo.
    Mais, não é por acaso que os alemães já começaram a fazer contas à vida e estão a fazer seus depósitos na Suíça, despedindo-se do euro, que nunca gramaram e mandando o dólar àquela parte.
    Final do ano passado e início deste ano, a imprensa germânica dava conta que os preços imobiliários nos países do sul iriam este ano, o mais tardar ano que vem caírem até 50%. Até agora em alguns casos já caíram mais de 30%, faltam "apenas" mais 20%. Começo a duvidar que se fique por aqui.

    ResponderEliminar
  16. O euro foi sempre baseado no DM, o resto das moedas eram apenas paisagem.
    Recordar que só na Alemanha, os alemães ficaram com mais de 500 milhões de DM e ainda existem imensas lojas onde a velha moeda continua a ser aceite e o troco continua em DM. Tudo de legal. Segundo ultimo estudo, mais de 70% dos alemães querem o DM de volta.
    Lá se vai a hipótese da guerra na Europa, quando muito na ilha dos habituais piratas britânicos, esses continuam belicistas, o resto da Europa há muito se fartou de guerras.
    Quase todos os países começaram a cansar-se das invasões e ataques americas e assim preparam-se para mandar regressar as tropas para casa, os europeus demonstram assim que quem quer guerra que a faça em sua própria casa e acarrete os custos dela.

    ResponderEliminar
  17. Boas,
    nos novos posts não há seccao para os comentarios!
    queria referir no post "deutschland_Feelings - Nothing More Than Feelings" que uma GRANDE vantagem da Noruega são as receitas do petroleo.

    Casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão

    se houver pão e juízo é outra história

    Cumps

    ResponderEliminar
  18. Boas R+,
    Claro que há, basta clicar no envelope;)
    É verdade que a Noruega quando descobriu petróleo, o seu desenvolvimento disparou, mas eu julgo que no reino da Tugolândia se isso acontecer, o dinheiro é todo desperdiçado, como foi no tempo das especiarias ou do ouro do Brasil, o país parou por completo deixou de produzir e viveu apenas dos rendimentos até eles acabarem, espero para bem do meu país que não se encontre petróleo nem ouro nos próximos 10 anos.
    Tempo que eu julgo ser suficiente para Portugal ter um novo rumo, um modelo de crescimento sustentável produzindo e crescendo economicamente...

    ResponderEliminar
  19. Boas R+,
    Ontem quando vi a mensagem julguei que era clicar no envelope, mas hoje fui verificar e constatei que esse envelope é para enviar o post por email...
    Não entendo o que se passa com os novos Post's!
    Não fiz nenhuma alteração!

    ResponderEliminar
  20. Talvez o teu blog ande a incomodar alguem...

    começa a esconder o teu IP ou podes receber visitas governamentais em casa

    (teoria da conspiração) :)

    ResponderEliminar
  21. Portugal Bipolar é demasiado insignificante para poder ser 1 incómodo para alguém…
    

    ResponderEliminar

;)