quarta-feira, 7 de julho de 2010

Propinas o preço da educação

Não Pagamos!... Não Pagamos!... Não Pagamos!... Não Pagamos!... Não Pagamos!...

As propinas vão baixar no próximo ano lectivo. É a primeira vez, nos últimos cinco anos, que os alunos do ensino superior vêem reduzir o valor da propina máxima, que passa de 996,85 para 986,88 euros.

Uma redução de dez euros que resulta do facto de este valor estar indexado à taxa de inflação média do ano anterior e de, em 2009, esta taxa ter sido negativa (-0,8%).

Mas este é também, o primeiro ano em que todas as universidades públicas, se preparam para cobrar a propina máxima.

Se está caro, no ensino Público, o melhor é dar uma volta pelo privado, para ver se é mais barato!

Fica em baixo o preço / ano da Universidade Católica Portuguesa, são só mais 5.000.00€/ano!

Universidade Católica Portuguesa

O que deve saber para poder fazer o cálculo da sua propina: 

  1. Os cursos de formação inicial da FEUCP (1º ciclo) estão organizados segundo o modelo decorrente do Processo de Bolonha e a sua duração mede-se em créditos ECTS realizados - 1 semestre lectivo = 30 ECTS;
  2.  Créditos ECTS são unidades de medida de um sistema comum europeu (European Credit Transfer and Accumulation System) que traduz o trabalho realizado e as competências adquiridas pelos estudantes ( aulas, trabalho pessoal, tutorias, trabalho de grupo); 
  3. Na UCP o crédito é utilizado como base para o cálculo da propina mensal do aluno, que pagará de acordo com o número de ECTS correspondentes às unidades curriculares (disciplinas) em que se inscreve no semestre ( em princípio 30 ECTS no 1º semestre e 30 ECTS no 2º semestre, se seguir o plano de estudos normal ).

 Propina Mensal = valor total resultante dos créditos ECTS em que o aluno se inscreve no semestre, com um máximo de 37 e um mínimo de 10 ECTS (o aluno poderá estar inscrito a um mínimo de 2 ECTS, mas paga 10 ECTS).

A propina de cada semestre e devida 5 vezes, ou seja 5 mensalidades, até ao dia 10 de cada mês.

 Exemplificando: 

O número habitual de ECTS por semestre é de 30. Portanto, no caso de se inscrever em todas as disciplinas do 1º semestre, a propina mensal é de 30Ects x 16,50€ = 495€.
Se fizer menos disciplinas ( ou seja menos ECTS), a mensalidade será menor. A mesma coisa para o 2º semestre, e assim sucessivamente.

Ora muito bem, então por ano na Católica são 495.00€ x 10 meses = 4.950.00€

Convenhamos que 5.000.00/ano nem é caro, para se ter acesso a 1 canudo…

Quanto aos cerca de 1.000.00€/ano que se paga no Publico…mais que isso gasta o pessoal em copos e em rambóia, não é bom nem mau, é mesmo assim e faz parte da idade!


 

  

4 comentários:

Anónimo disse...

se todas as universidades privadas oferecessem a qualidade da católica até seria bom. o problema são cancros como independentes, modernas, lusíadas e por aí fora. Os alunos entram com médias bem baixas, pagam e depois a maioria não arranja emprego, pois os grandes empregadores sabem que a vasta maioria não tem preparação para o mercado de trabalho. e já agora, quanto ao preço das propinas da pública....será que os alunos já ouviram falar em trabalhar em part time? é que muitos passam o verão em festivais e afins...durante dois meses e depois vêm fazer queixinhas. Comecem a trabalhar de verão e em part time para se fazerem à vida tal como os pais.

Anónimo disse...

e, tymczasem otóż daгmowe-Konto-bаnkowe.
Sуstеmpaгtneгski.pl

ρrzywędгowało tęgie ѕzarpnięcie.
najlepsze konta bankowe Koniec sznurκa wyskосzył w ԁłoni, znіknął
w zaroślach. Tгzask trаtοwаnусh κгzaκów,


zaκоńczony mоcarnym bеknięcіem.
Przedtem po ωszystkim.

Anónimo disse...

Que bom era ter propinas tao baixas. Aqui onde eu moro as propinas mais baixas - nas universidades publicas - comecam acima de $5000 por ano. Para algumas faculdades e acima de $7000. Os alunos das universidades publicas em Portgual nao sabem a sorte que tem.

Portugal Bipolar disse...

Anónimo,
Dava jeito ao pessoal saber onde moras...
Não para pagares 1 café, mas para saber que faculdade, onde e quanto pagam exatamente...
Digo eu...