segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Desapareceram 111.000 crianças em Portugal.


Não foi uma desgraça,
Não foram igualmente raptadas, mas as criancinhas desapareceram como por artes mágicas.

Seja particular ou empresa todos achamos, justamente em minha opinião, que os impostos que pagamos são excessivos e na maioria dos casos o nosso dinheiro mal gasto pelo estado.
É portanto normal que todos tentem pagar o menos possível, recorrendo a todas as formas possíveis e imaginárias para no final entregar ao mostro (estado) a menor quantidade possível de dinheiro.

Portugal tem muitos problemas é verdade mas falta de imaginação não é certamente um deles.
Sendo assim a solução encontrada foi inventar filhos!

Se eu com um filho pago (X) de IRS o melhor é considerar na declaração que tenho 3 ou 4 sempre poupo uns cobres.
Entre filhos que nunca existiram e filhos considerados em duplicado nas declarações de IRS desapareceram 111.000 crianças de um ano para o outro!

É obra!
Eu realmente estranhei, pois nasceu o meu segundo filho dia 20 de Dezembro (foi a minha prenda de natal), quando fui registar a miúda ela ficou logo com nº de contribuinte e eu não entendi.

Agora compreendo, passou a ser obrigatório em todas as declarações de IRS que conste o nº de contribuinte dos filhos, caso contrário não são considerados.
Contas feitas cada criança com menos de 3 anos custa ao estado 380€/ano e se tiver mais de 3 anos são 190€ por ano.

Se considerarmos que das 111.000 crianças 11.000 tinham menos de 3 anos e 100.000 mais de 3 anos o estado de um ano para o outro recebe mais 23 milhões de Euros.
O pobre já não consegue roubar honestamente uns cobres que é logo apanhado…

2 comentários:

  1. Falo por mim, fui um dos 110 000, eu tenho uma filha, mas no ano passado não a coloquei na declaração de IRS porque ainda não tinha o NIF da miúda, já tratei desse assunto e este ano vai voltar a figurar na minha declaração, como eu devem estar outros milhares...

    ResponderEliminar
  2. Acredito que existam alguns milhares na tua situação mas julgo que não serão mais de 10% do total.
    Seja como for em Abril de 2012 ficaremos esclarecidos...

    ResponderEliminar

;)