terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Descaramento Electrizante


No Jobs 4 the Boys!
Esta foi a promessa do nosso Coelhinho em campanha eleitoral.

“Não contem comigo para promover os apoiantes do PSD para qualquer cargo do estado!”

Depois da Vergonha que foram as nomeações para a CGD…

Depois da troca directa de todas as administrações Hospitalares por membros ligados ao partido.

Chegou a vez da electricidade, que para não variar tinha de seguir o mesmo triste exemplo a que infelizmente Portugal já se vai habituando, nomear os amigos e apoiantes.

Não existe já o mínimo de vergonha ou pudor, já tudo se passa com uma naturalidade que me deixa boquiaberto.
Chegamos ao cumulo de nomear o antigo patrão, convenhamos que É OBRA!

Todos estes senhores mais a super mulher têm certamente conhecimentos profundos no sector da electricidade.

O Conselho Geral de Supervisão não se dedica a pintelhos e para seu presidente temos o famoso Eduardo Catroga, coadjuvado por nomes fora de qualquer suspeita como Teixeira Pinto, Rocha Vieira, Ilídio Pinho ou Braga de Macedo, para dar um toque feminino e não esquecendo o CDS entra a Super mulher em acção Celeste Cardona, eu com este grupo de ilustres fiquei convencido…

Meus amigos não se iludam, este governo será ainda pior que o anterior!

4 comentários:

Jose disse...

Será?!
Nada disso... este governo já consegue superar todos os anteriores!!!

José Calheiros Pereira

Ramiro disse...

Boas!
Nas próximas eleições, não iremos escolher entre partidos, mas sim entre A Loja Mozart, O Grande Oriente Lusitano, a Grande Loja Regular de Portugal, e mais umas quantas Lojinhas de bairro.
A grande diferença vai ser que, os concorrentes só vão prometer aquilo que podem cumprir.
Assim irão prometer grandes tachos e panelas para os amigalhaços, especialmente alguns inúteis, velhos jarretas reformados com reformas acima de 6000 euros, antigos patrões, ou pseudo monárquicos ricos à custa de indemnizações bancárias de milhões.
Por outro lado, ao zé povinho, como já está habituado a ser pobre, promete-se aumentar os impostos até ao limite da exaustão.

Portugal Bipolar disse...

É nestas alturas que compreendo as greves e afins...

Portugal Bipolar disse...

Sobre eleições, temos de mudar o nosso sistema eleitoral!
Isto de ser governado alternadamente pelo PS ou PSD vai sempre dar no mesmo!