quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Portugal - O Senhor dos Anéis – Concertação Social – (Cap. 2)

Mantendo o que disse anteriormente sobre o acordo de concertação Social, falta em minha opinião, uma medida que julgo essencial para mudar mentalidades.

Já muitas vezes referido em antigos post’s é um roubo a entidade patronal pagar 25% de IRC depois de todos os impostos que paga.

A Carga de impostos em Portugal é elevadíssima e quanto mais elevada é a carga fiscal maior é a tendência para se fugir ao seu pagamento o que alimenta a economia paralela.
A solução em minha opinião passa por favorecer empregados e patrões para que as empresas possam ter sucesso.

A medida acaba por ser simples, depois de 2013 todas as empresas vão pagar menos 1% anualmente de IRC até o IRC ser tributado a 10% (2027)
Por cada 1% de diminuição de IRC 0.25% reverte para o trabalhador, chegando a 2027 com a empresa a pagar 10% de IRC e os seus trabalhadores a receberem 3.75% desse valor.

Todas as empresas em que os empregados façam greve, perdem automaticamente direito a este bónus (quer esse empregado faça greve ou não).

Todos os empregados que faltem mais de 5 dias por ano (justificados ou não) perdem direito a todo o bónus, revertendo esse valor para qualquer associação sem fins lucrativos escolhida pelo empregado que faltou.

Todos os empregados que faltem mais de 2 dias por ano (justificados ou não) perdem direito a 50% do bónus, revertendo esse valor para qualquer associação sem fins lucrativos escolhida pelo empregado que faltou.

Quando os lucros a distribuir pelos trabalhadores for superior a 1% (2018) a empresa pode fazer discriminação positiva sobre o montante a distribuir por cada empregado, não podendo nenhum receber mais do que o triplo do empregado que receber menos.
As administrações das empresas e/ou os seus corpos gerentes não são considerados na distribuição de lucros pelos trabalhadores.

Todos os prémios/subsídios recebidos pela administração das empresas e/ou os seus corpos gerentes contam como lucro da empresa sendo tributados á taxa respectiva.
Só envolvendo os trabalhadores no sucesso da empresa teremos empresas competitivas e paz social, sem isso nada feito…

2 comentários:

Anónimo disse...

É muito "cool" ter um blog com fundo preto, mas depois pessoas como eu - que até estavam a gostar do conteúdo - lêem dois posts e nunca mais cá vêm:

Doem-me os olhos!!!
Muda esse fundo para uma cor decente!!!

Respeitosamente, aceita os meus parabéns pelo conteúdo.
Abraço Anónimo

Portugal Bipolar disse...

Boas Anónimo,

Eu realmente gosto do fundo preto.

Estaria disposto a abdicar do fundo preto, beneficiando os meus leitores e aumentando a "notoriedade"?

Claro que sim.

Mas, em perto de 900 comentários e 6 anos de BLOG é a 1ª vez que acolho uma critica como a tua?

Foste o primeiro!