terça-feira, 23 de novembro de 2010

Quanto custa 1 dia de Greve?



Mais uma vez, venho apenas informar a população da Tugolândia, de alguns números, que julgo não serem do conhecimento geral.
Porque me dou a este trabalho?
Por duas razões, não sei qual delas a mais importante.
  1. Porque uma população informada, toma decisões mais acertadas.
  2. Porque uma população informada, pensa pela sua cabeça, não ligando muito ao que dizem políticos e sindicalistas (ambos em minha opinião, nos últimos 20 anos tem feito 1 trabalho miserável)
Portugal é o 37º pais do ranking segundo a lista do FMI (Infelizmente já todos ouviram falar do FMI…)
O nosso PIB em 2009 foi de 227,855 milhões de US Dólares, dá perto de 170 mil milhões de Euros/ano, ao dividir por 365 dias (contando que Portugal produz sábados; Domingos e Feriados ficamos com 465 Milhões€/dia.)
Mantendo os Sabados com produção igual aos dias de semana, mas retirando todos os domingos e os 26 dias de férias a que todos os trabalhadores tem direito.
temos portanto de retirar 52 Domingos+26Dias de férias.´
170 mil milhões de Euros /287 Dias de produção=592.3Milhões Dia
Como pode um país gastar perto de 210 mil milhões quando produz 170 mil milhões?
Que lindo, então se temos uma produção de 592.3Milhões Dia, e se temos 1 dia o país paralisado, pois não há escolas (alguém tem que ficar com os Putos), os transportes, a história já é conhecida…etc…etc….etc!
Portanto só por este dia de greve, vamos retirar á nossa produção 592.3Milhões
 (devo relembrar que amanhã dia da Greve, faz 5 dias que a Irlanda foi ao Tapete!)
Então e que dividas a Tugolândia de pagar, em 2011?
Bem o melhor é apresentar isso mensalmente, pois já não posso de tanto rir (Tentei chorar mas não resolveu nada!)

DA – Divida antiga a pagar em 2011
DC – Divida Corrente para suportar os vícios que ainda temos e que são superiores á nossa produção nacional (já inclui cortes do OE 2011)

Janeiro de 2011 – 3.40 Mil Milhões (DA) + 1.10 Biliões (DC) =4.50 Mil Milhões
Fevereiro de 2011 – 3.52 Mil Milhões (DA) + 1.10 Biliões (DC) =4.62 Mil Milhões
Março de 2011 – 3.30 Mil Milhões (DA) + 1.10 Biliões (DC) =4.40 Mil Milhões
Abril de 2011 – 4.67 Mil Milhões (DA) + 1.10 Biliões (DC) =5.77 Mil Milhões
Maio 2011 – 0 Mil Milhões (DA) + 1.10 Biliões (DC) =1.10 Mil Milhões
Junho de 2011 – 4.96 Mil Milhões (DA) + 1.10 Biliões (DC) =6.06Mil Milhões
Julho de 2011 – 1.79 Mil Milhões (DA) + 1.10 Biliões (DC) =2.89 Mil Milhões
Agosto de 2011 – 1.36 Mil Milhões (DA) + 1.10 Biliões (DC) =2.46 Mil Milhões
Setembro de 2011 – 1.41 Mil Milhões(DA) + 1.10 Biliões (DC) =2.51Mil Milhões
Outubro de 2011 – 1.37 Mil Milhões (DA) + 1.10 Biliões (DC) =2.47 Mil Milhões
Novembro de 2011 – 0 Mil Milhões (DA) + 1.10 Biliões (DC) =1.10 Mil Milhões
Dezembro de 2011 – 0Mil Milhões(DA) + 1.10 Biliões (DC) =1.10 Mil Milhões
Portanto se 1 bom Euromilhões corresponde a 100 Milhões, Portugal em 2011, tem de dívidas 400 BONS EOROMILHÕES PARA PAGAR!
Ora muito bem! Com uma despesa às costas a rondar os 40 Mil Milhões em 2011, o que vai o habitante da Tugolândia fazer amanhã?
Vai paralisar o País!
Deixo aqui algumas perguntas…
De todos os que vão fazer greve amanhã, quantos são avaliados, com critérios de meritocracia ?
De todos os que vão fazer greve amanhã, quantos querem realmente ser avaliados?
De todos os que vão fazer greve amanhã, sabendo que a sua empresa tem efectivos a mais, quantos aceitam ser despedidos se depois de avaliados não estiverem entre os melhores?
De todos os que vão fazer greve amanhã, quantos aceitam aumentos ligados á produtividade?
Como foi escrito em Educação III(Comentário anónimo…) a nulidade sou eu! O problema é que esta nulidade é avaliada, todos os dias, em todos os trabalhos que entrega…
O Problema é que os direitos adquiridos desta nulidade, são ou a nulidade trabalha bem, ou não terá mais trabalho…
De todos os que vão fazer greve amanhã, (professores e Funcionários Judiciais) tem um modelo de avaliação a propor (desde que no final do ano não tenham todos Muito bom ou Excelente…isso já temos e os resultados estão á vista!)
Voltando ao FUTEBULÉS e a Scolari "E O BURRO SOU EU???" devo ser!
Fontes: Jornal de Negócios; OE2011 e FMI
1 Abraço e até breve

11 comentários:

Portugal Bipolar disse...

Nas minhas contas (quanto custa 1 dia de Greve), a Tugolândia para a 100%...

Paulo Gonçalves Marcos disse...

Muito bem.
Claro que com o excesso de capacidade existente talvez o custo em perda de produção seja inferior.

Mas existem outros custos em termos externos e de percepção que passamos aos nossos putativos credores...e esses são bem mais altos.

Anónimo disse...

Boa tarde

Essas contas do apuramento do custo de um dia de greve, representam uma visão muito redutora e errónea da realidade, não apresentando muitas variáveis que deveriam ser tidas em conta (admito que algumas são quase impossíveis de determinar). Seria também interessante apurar, qual será o custo para os cofres do estado, decorrente das distribuições antecipadas de dividendos, que serão levadas a cabo por grande parte dos grupos económicos portugueses.

Anónimo disse...

Essa sua exposição tem tanto de cómico como de triste. Afinal de quem é a culpa de estarmos como estamos e pior ainda de como vamos ficar?

Dos trabalhadores? Do patronato? Ou de todos e como todos entenda-se do Estado?

Comecemos pelos trabalhadores, estes por definição estão na base da cadeia económica.

Como produtores e entenda-se por conta de outrém vendem a sua força de trabalho em troco de um vencimento. Ora este é como sabemos muito muito baixo face aos seus conjeneres do mundo desenvolvido e face ao custo de vida aqui no nosso cantinho.

Como produtores devem ter direito a uma formação continua e efectiva para a melhor realização das suas terefas.
Devem poder-se recorrer de um minucioso manual de procedimentos para a satisfatória resolução das tarefas de que estão incumbidos pela celebração do seu contrato.
O desenrasque não é solução.

Ora em ambos estes pontos o patronato falha redondamente, nem paga com justeza nem oferece condições apropriadas aos seus funcionarios pois tudo isso é dinheiro que so a médio/longo prazo terá retorno.

Quanto ao patronato, também ele é pouco formado em técnicas de gestão, tem pouco conhecimento dos mercados e na maior parte dos casos não consegue construir uma empresa mas sim um conjunto de meios de produção (são coisas destintas).
Por isso não temos em Portugal nenhum grupo empresarial nos 100 maiores a nível mundial, e não nos desculpemos com a nossa dimensão, a Holanda tem não 1 mas vários.

Finalmente o Estado, gastador e ainda bem que o é mas também ele tal como o patronato mau gestor de recursos.

Isto tudo para dizer que esta greve é bem vinda mas se quer saber acho que deviamos todos mas todos faze-la inclusivé o governo e o patronato.

Anónimo disse...

Futuras gerações sem futuro!

Os políticos e gestores públicos nos últimos 30 anos hipotecaram tudo o que havia para hipotecar!

Herança das próximas gerações = DÍVIDAS!!!

...dá que pensar...!

Anónimo disse...

Acho que uma greve seria mais interessante se de facto afectasse algo que seja palpável... ou seja, porque não uma greve de consumo, com adereência a 100%: não se compra, não se consome, não se gasta... Como aliás o dinheiro começa a ser um bem raro, até dava jeito!

Anónimo disse...

sr. joão se quiser eu ofereço-me para o avaliar, digo-lhe também que toda a gente procura estabilidade laboral para instabilidade já basta o que temos,... mas se o sr. gosta da instabilidade ande pra frente, depois queixe-se que os serviços são maus,....mais lhe dizia, mas os trabalhadores não têm culpa mas sim quem os gere e governa, ou sr. na sua casa se tomar más decisões a culpa é do resto da família? a greve é pra chamar atençao paara esses gajos que nos roubam todos os dias, com a desculpa de que não há dinheiro, mas a camara d ematosinhos vai dar dinheiro para os estadios, e aprovaram agora na assembleia uma ecepção dizem eles para os quadros, eu por metade faço o que eles fazem,....

Pedro disse...

Eu vejo as coisas de forma diferente: com as greves, o Estado poupa dinheiro, porque se 700.000 não forem trabalhar 1 dia, é menos esse dia que o Estado paga em salário. É verdade que não produz, mas também não gasta.

Anónimo disse...

És um triste pá!!! Decididamente, um triste! Tu e todos os tristes contra as greves! As greves deviam fazer-se todos os dias até os grandes se convencerem que tem que mudar o sistema.

Portugal Bipolar disse...

Estamos novamente em Novembro, faz dia 23 1 ano que escrevi este Post, nada escrevi de comentários apesar de todos os mimos que me foram dirigidos, olhando agora para o ano que passou, volto a afirmar algo que venho a dizer desde que Portugal Bipolar foi criado.
Meus caros "Eu detesto ter razão!".
Julgo que em Novembro de 2012 Portugal até já pode ter outra moeda, com a mentalidade de 90% dos comentários não vamos lá...

Portugal Bipolar disse...

Alterado no Post Biliões por Mil Milhões.
Pasou 1 ano desde que escrevi este Post.
Meus amigos, eu detesto ter Razão!