sexta-feira, 7 de setembro de 2012

A ditadura dos partidos – C.M. nº 124 – Funchal e Madeira (130 Presidentes) – Soluções Portugal 2030.

A nossa “Região Autónoma” da Madeira não é muito diferente da nossa “Região Autónoma” dos Açores.

Atualmente existem no arquipélago da Madeira  130 Presidentes, menos 10 Presidentes que em São Miguel, aqui são “SÓ” 130.
11 Presidentes de Câmara Municipal

11 Presidentes de Assembleia Municipal
54 Presidentes de Junta de Freguesia

54 Presidentes Assembleia da J.F.
Entre Presidentes; Tesoureiros e Secretários, deputados e Cª falamos de milhares de lugares, tachos que os partidos enchem de apoiantes/sorvedores dos nossos impostos.

Algo vai ter de mudar, meus amigos, o famoso cúmulo da estupides é fazer sempre a mesma coisa e esperar um resultado diferente.
Depois de (re)organizar todas as Câmaras Municipais do país chegou a altura de as abordar a Madeira.

Temos o Município de Porto Santo, com os seus 5.500 habitantes, nada a declarar, é para manter, Junta de freguesia? Não é necessária o conselho de administração da C.M. é suficiente para administrar 5.500 pessoas.
Será uma C.M. tipo C.3B.

A Ilha da Madeira, será ainda mais fácil de resolver.
O Município de Mochico, com os seus 22.000 habitantes será unido a Santa Cruz, e Juntos formarão 1 Município tipo C.2 Com 65.000 habitantes.

O Município de Ribeira Brava, com os seus 13.000 habitantes será unido a Camara de Lobos e formarão mais 1 Município tipo C.2 com 49.000 habitantes.
Os Municípios de Santana; Ponta do Sol; São Vicente; Calheta e Porto Moniz formarão 1 só municípios igualmente do tipo C.2 com 36.000 habitantes, e claro o município do funchal que com os seus 112.000 habitantes, será do tipo C.1.

Todas as Juntas de Freguesia perderão os seus presidentes e os seus eleitos.
Os funcionários das juntas de freguesia continuam a fazer o trabalho para que são pagos (servir as populações) e se os respetivos presidentes de C.M. decidirem manter todas as juntas de freguesia, que seja.

São 5 Câmaras Municipais, 1 em Porto Santo tipo C.3B e 4 na Madeira, 3 delas tipo C.2 e 1 tipo C.1 (Funchal).
5 Presidentes

17 Vereadores / Vice-Presidentes
13 Vereadores da Oposição.

O Custo total seria 1 C.M. Tipo C.3A= 30.000 €/mês.

                                   3 C.M. Tipo C.2 =  153.000 €/mês.

                                   1 C.M. Tipo C.1 =     83.000 €/mês.

Custo total para administrar o Arquipélago da Madeira 266.000€/ mês.

 
Eu sei que os Açores e a Madeira são “Regiões Autónomas”.

Sei igualmente que a receita de todos os impostos cobrados fica nas “Regiões Autónomas” e que eles e só eles são responsáveis pela maneira como o gastam.

Mas…mas… Todos os anos Portugal continental contribuí com verbas do seu Orçamento Geral do Estado para as Regiões Autónomas.
Basicamente é o mesmo que gastamos em peixe… São “Só” 2 milhões de Euros por dia!

São 2 Milhões para comprar peixe e outros produtos do mar todos os dias, são 350 milhões ano para a Região Autónoma dos Açores e pouco menos para a Madeira.
Eu não posso bater no peito e dizer que sou AUTÓNOMO e depois ir dormir a casa dos meus pais!

Comer e vestir lá em casa, não pagar água; luz; gás a preços de mercado porque os meus pais suportam e depois engolir um prego e firme e hirto gritar Autonomia…
350 Milhões por ano dá 1.418,46€ para cada açoriano, mas o dinheiro não chega ao povo, o Continente paga mas o dinheiro não chega lá.

Fica nos Jobs, nos boys, nos Presidentes, nos secretários nos deputados.
Não Dá!

A Câmara Municipal terá reuniões ordinárias no início de cada mês, e sessões extraordinárias sempre que a oposição (em bloco) entender apresentar projecto lei para discussão (Relembro que temos 2;3 ou 4 vereadores da oposição dependendo do tipo de C.M.) ou quando houver petições apresentadas por 5% da população.
A Autonomia da Madeira e dos Açores vai funcionar da seguinte maneira, enquanto as Câmaras Municipais e J.F. não forem drasticamente reduzidas Portugal Continental vai transferir apenas 1 Milhão de Euros por Ilha, no caso dos Açores são 9 milhões para a Madeira são 2 milhões.

Como as Câmaras Municipais ficam com 5% do IRS, enquanto não forem drasticamente reduzidas o Governo de Portugal vai pegar nos restantes Milhões de Euros e vai devolve-los aos Madeirenses e Açorianos pagando 5% do IRS descontado.
Depois da reforma Autárquica estar realizada voltaremos a falar.

É simples, prático e serve para que todas as Regiões em Portugal entendam o significado de Autonomia.
A meu ver ainda existe por aí muita confusão.

4 comentários:

RAMIRO ANDRADE - O PROVOCADOR disse...

Caro Bipolar

Nem mais ...........
Teus posts estão excelentes!!!!
Mas tudo em vaõ.
O Zé Povinho não está para aí virado, tem :
- futebol
- novelas
- fátima
- fados

Não vão mudar ......... não se interessam.
Somente ..... talvez quando nãO tiverem mais dinheiro para comprar pão ... acordem, e será tarde demais.

Um abraço, e continue, sempre venho cá.

Ramiro Lopes Andrade

Portugal Bipolar disse...

Boas Ramiro,

Este espaço serve para o desabafo.
Sempre que possivel são apresentadas alternativas, caminhos, para que Portugal mude de rumo.

Pedro disse...

Em primeiro lugar, quero dar os parabéns ao autor deste blog.
Em segundo lugar, quero dizer que ao ter explicações gigantes e exaustivas, torna-se maçador ler tudo, e quando se acaba, já não se lembra do início. Em algumas frases, explica-se tudo e todos percebem.

Continue e sucesso.

Portugal Bipolar disse...

Boas,
Eu sei que deveria utilizar a regra dos 3C’s.
Curto; Claro e conciso…
Mas não tenho essa “arte” gostaria de me saber exprimir melhor, mais clara e sucintamente.
Mas não sei.
Já muitas vezes me acusaram de ter Posts demasiado grandes (e eu sei que é verdade).
Mas acabo sempre no mesmo dilema…
Digo TUDO o que penso ou sou conciso…
Acabo por escrever em demasia… :)
Eu sei, eu sei.
Nobody’s perfect, but…
Who want’s to be a Nobody :):):)